nsc
nsc

Grande Florianópolis

Arteris nega paralisação do Contorno Viário em SC e entidades pedem a suspensão do pedágio

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
02/05/2022 - 16h03
Luz no fim do túnel
Luz no fim do túnel (Foto: Arteris/Divulgação)

Uma reunião na tarde desta segunda-feira (2) irá discutir a suposta redução no ritmo das obras do Contorno Viário da Grande Florianópolis, com a saída de uma das empreiteiras contratadas para os trabalhos. O encontro, solicitado pela vereadora Méri Hang (PSD), presidente da Câmara Municipal de São José, vai contar com os demais presidentes dos legislativos da região.

> Kombi vira gabinete de vereador em Florianópolis

> Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O Contorno Viário era para ter sido concluído, segundo o contrato de concessão, em 2012. A demora para definição da mudança no traçado em Palhoça e as alterações necessárias encareceram a obra em R$ 1 bilhão. O novo prazo, acordado com o Ministério Público Federal, é para dezembro de 2023. O receio dos parlamentares é que o prazo não seja cumprido.

— Eu conversei com todos os presidentes e eles confirmaram presença nesta segunda aqui em São José. Vamos discutir uma forma de pressionar e garantir inclusive punição contra os atrasos, que estão prejudicando em muito a região. Sem o cumprimento dos prazos não é justo, por exemplo, que continuemos pagando pedágio e sofrendo com os congestionamentos constantes — destacou a vereadora Méri Hang.

A mesma preocupação é do presidente da Aemflo/CDL São José, o empresário José Neis. Segundo ele, são 20 ônibus a menos todos os dias levando operários para as obras do contorno.

— Isso significa 500 homens a menos trabalhando no local — diz. Neis também defende a tese de que se há paralisação nas obras o pedágio precisa ser liberado. A Arteris afirma que não há paralisação nas obras, mas admite que houve troca em uma das quatro empreiteiras.

Confira a nota da concessionária:

As obras do Contorno estão em andamento em todos os trechos da futura rodovia e não foram paralisadas. Atualmente, quatro construtoras trabalham na execução da obra, sendo que:

- O trevo de interseção do Contorno Viário com a BR-101 Norte em Biguaçu, equivalente à 2,3 km de obras, é executado pela construtora PVK - incluindo detonações semanais para desmonte de rocha e avanço dos trabalhos

- Já o trecho de 34km de obras nos municípios de São José e Biguaçu está sob responsabilidade da NeoVia Engenharia. A empresa substituiu nesse segmento a construtora Camargo Corrêa Infra, que era responsável pelo trecho até dezembro de 2021.

- Os túneis 4 (divisa entre Biguaçu e São José) e 1 (Palhoça) são executados pelo Consórcio Túneis Litoral Sul, composto pelas empresas Aterpa e J. Dantas, responsável por 1,8 km de obras.

- Os túneis 2 e 3 e o tronco da futura rodovia no município de Palhoça, incluindo as obras de arte especiais e o trevo de interseção do Contorno Viário com a BR-282 e com a BR-101 Sul são executados pela Camargo Corrêa Infra. O contrato com a construtora nesse segmento segue vigente com frentes de trabalho ativas em toda a extensão, que totaliza 11,4km de obras.

Qualquer mudança nesse cenário será oficialmente comunicada pela Arteris Litoral Sul, que prioriza a transparência nas informações à população.

Em toda a extensão da obra, estão em andamento serviços drenagem, terraplanagem, construção de obras de arte especiais, como pontes, viadutos e trevos, além das escavações subterrâneas nos quatro túneis duplos que fazem parte do projeto.

As obras são executadas 24 horas por dia, de segunda a sábado. Atualmente, mais de 2.100 trabalhadores atuam nas diversas frentes de obras do Contorno Viário de Florianópolis.

O investimento total previsto no Contorno Viário é de R$ 3,7 bilhões.

Leia Mais:

Sistema manezinho transforma Fusca em carro elétrico

Diarista paga a passagem de ônibus do estudante da escola particular em SC

Florianópolis concentra mais da metade dos roubos em 2% da cidade

Linhas de ônibus bizarras atrasam a vida de passageiros na Grande Florianópolis

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas