nsc
    nsc

    Ensino

    Aulas presenciais não devem ser retomadas no início de setembro em SC; entenda

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    18/08/2020 - 07h06 - Atualizada em: 18/08/2020 - 11h05
    Aulas presenciais não devem ser retomadas em setembro
    Aulas presenciais não devem ser retomadas em setembro (Foto: Betina Humers, Banco de Dados, NSC)

    As aulas presenciais em Santa Catarina não devem ser retomadas a partir de oito de setembro. O decreto estadual que proíbe atividades na sala de aula expira dia 7 de setembro. O assunto será discutido em reunião por videoconferência, nesta terça-feira (18), entre o secretário de Educação (SC), Natalino Uggioni, e o secretário da Saúde (SC), André Motta Ribeiro.

    >Plano de retomada das aulas em escolas particulares prevê rodízio e redução de alunos em sala

    A reunião foi solicitada pela secretaria da Educação (SEE). A pasta quer ouvir dos técnicos da saúde qual o cenário hoje para a volta às aulas. Não se pretende divulgar a data da volta somente na véspera. Na Educação, acredita-se que são necessários cerca de dez dias de antecedência para que pais, alunos, professores e servidores se organizem.

    >Volta às aulas: rodízio de alunos é péssima ideia, diz Sinepe

    O ambiente, hoje, é de que não há condições para a volta das aulas presenciais. A falta de confiança e segurança por parte dos pais e professores, e o estágio atual da pandemia, são os principais fatores que apontam a tendência de que as aulas não serão retomadas.

    >Hospitais catarinenses recebem doação de remédios para intubação e anestesia

    A SEE já tem um plano de retomada, mas não definiu a data da volta. O que é certo é que os adolescentes seriam os primeiros a voltar e que a retomada ocorreria de forma escalonada, levando dois meses todo o processo.

    Em audiência pública, nesta segunda-feira (17), realizada na Assembleia Legislativa, o secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, mostrou a preocupação com o retorno presencial dos estudantes neste momento. Ele disse que o retorno das atividades de sala de aula é inviável devido à situação atual da pandemia.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas