nsc
nsc

Fiscalização

Boate é interditada por vender bebidas adulteradas na Grande Florianópolis

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
07/10/2021 - 15h43 - Atualizada em: 08/10/2021 - 08h14
Fiscalização do Procon-SC
Fiscalização do Procon-SC (Foto: Procon-SC/Divulgação)

O Procon de Santa Catarina suspendeu as atividades da Boate Sexy Night, de Florianópolis, pela venda de bebida adulterada. A ação fez parte de uma averiguação da qualidade das bebidas comercializadas nas casas noturnas da Grande Florianópolis. Segundo análise divulgada pelo Comitê de Proteção à Marca da Associação Brasileira de Bebidas, em documento do dia 21 de setembro, “a amostra de Whisky Johnnie Walker Red Label apreendida apresenta indícios de adulteração”. A amostra foi recolhida em operação realizada no dia 19 de setembro.

Receba as principais informações de Santa Catarina pelo Whatsapp

“Ao efetuar o teste da bebida apreendida, por intermédio do Spirit Authenticator, verificou-se que o Whisky Johnnie Walker Red Label, em questão não está de acordo com as especificações químicas do produto original”, diz o documento.

O órgão de defesa do consumidor aponta que a “ fraude de bebidas pode ser definida como engano ao consumidor por meio de adulteração ou falsificação. Pode haver alteração proposital, por meio da supressão, redução, substituição total ou parcial da matéria-prima ou do ingrediente e até a utilização de processos ou substâncias não permitidas e, até mesmo, reprodução enganosa dos produtos, como imitação da forma, caracteres e rotulagem”.

A Medida Cautelar suspendeu as atividades do estabelecimento até que este preste os esclarecimentos. Também foram recolhidas todas as garrafas de bebidas alcoólicas do local para averiguação do IGP.

O responsável pela boate terá 10 dias para apresentar sua justificativa, caso contrário poderá ser enquadrado no crime de desobediência e sofrer sanções administrativas cabíveis.

O estabelecimento explica que realiza todas as compras com notas fiscais e através de revendedor legalizado e que cabe ao fornecedor se explicar no Procon-SC.

Leia Mais:

Aterro da Baía Sul em Florianópolis será vendido

Como votaram os catarinenses na lei que dificulta combate à corrupção​​

Deputado do PT-SC quer taxar super-ricos para ajudar vítimas da Covid; entenda

São José terá Avenida Beira-Rio com custo avaliado em R$ 64 milhões

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas