nsc
    nsc

    Problema social

    Força-tarefa recolhe mais de 200 cobertores de moradores de rua em Florianópolis

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    20/10/2020 - 05h49
    Cobertores abandonados recolhidos em Florianópolis
    Cobertores abandonados recolhidos em Florianópolis (Foto: Força-Tarefa DOA/Divulgação)

    Em 45 dias, 203 cobertores abandonados por moradores em situação de rua foram recolhidos em Florianópolis pelos integrantes da Força-Tarefa DOA (Defesa, Orientação e Apoio às pessoas em situação de rua). O grupo é formado por técnicos da secretaria de assistência social de Florianópolis, Comcap, Guarda Municipal, Polícia Militar, Ministério Público (MPSC) e voluntários. O trabalho foi realizado entre os dias 2 de setembro e 17 de outubro.

    A Força-Tarefa DOA atua na abordagem das pessoas que vivem nas ruas. Eles procuram convencê-las a procurar os serviços públicos de assistência social, como a Passarela da Cidadania, na Nego Quirido. Nos programas oficiais, que contam com apoio de voluntários, há serviços de corte de cabelo, alimentação, higiene, encaminhamento para capacitação profissional e tratamento para dependência química e busca-se retomar os vínculos familiares.

    Indicadores mostram cobertores recolhidos
    Indicadores mostram cobertores recolhidos
    (Foto: )

    A grande dificuldade é a resistência de muitas pessoas em deixar as ruas, onde recebem dinheiro de doações e alimentos. A orientação da Força- Tarefa DOA é que a melhor forma de ajudar estas pessoas é não fazer doação, mas sim, orientá-las a procurar ajuda nos programas de assistência social. 

    >Defesas de Moisés e Daniela pedem suspensão do processo de impeachment em SC

    >TCU determina que ANTT cobre concessionárias por atraso no Contorno Viário

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas