O governador Jorginho Mello (Pl) acerta em defender a regulamentação do jogo no país. Disse, na entrevista da semana passada à CBN Floripa e NSC Total,  que é preciso dialogar e respeitar os evangélicos, que consideram a prática  um pecado, mas buscar o caminho da legalização. 

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O projeto de lei que regulamenta os jogos de azar já foi aprovado pelos deputados federais. Falta, ainda, a  votação no Senado. Não há uma data prevista para a votação, mas há expectativa no setor de que a pauta volte com força no segundo semestre de 2023.

Nesta terça-feira (25), o Diário Oficial da União publicou uma Medida Provisória que regulamenta o mercado de apostas esportivas. É uma sinalização, também, para regulamentação de cassinos e bingos.

A bancada evangélica em Brasília, que reúne cerca de 200 parlamentares, já ensaia uma mobilização e considera a regulamentação das “bets” de apostas esportivas um “afronta”.

Continua depois da publicidade

Com regras bem definidas, alta tributação, plena transparência e fiscalização, é dinheiro que pode ser carimbado, por exemplo, em 100% para a educação. Como ser contra?

Leia Mais:

Prefeituras de São José e Palhoça explicam falta de ônibus na madrugada após reclamações de empresas 

Florianópolis terá novo mirante para a Ponte Hercílio Luz

Destaques do NSC Total