nsc
    nsc

    Justiça

    MPF pede arquivamento da investigação contra Moisés sobre compra dos respiradores

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    13/04/2021 - 20h56 - Atualizada em: 13/04/2021 - 21h29
    Compra dos respiradores virou alvo de investigação
    Compra dos respiradores virou alvo de investigação (Foto: Freepik)

    O Ministério Público Federal (MPF) se manifestou nesta terça-feira (13) pelo arquivamento da investigação de Carlos Moisés da Silva no caso da compra dos 200 respiradores da Veigamed por R$ 33 milhões. A posição é da subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo. A investigação sobre os demais envolvidos na compra desce para Florianópolis.

    > Prisões, CPI, baixas no governo, menção a Moisés: relembre o caso dos respiradores

    > Igreja com 25% de ocupação não transmite coronavírus, afirma deputado pastor

    A representante do Ministério Público Federal aponta não haver indícios de participação de Moisés na compra, disse não concordar com a conclusão da CPI dos respiradores e não vê omissão juridicamente relevante do governador afastado no processo de aquisição dos equipamentos.

    Durante investigação da Polícia Federal, Moisés e familiares tiveram os sigilos fiscal e bancário quebrados e nenhum indício contra o governador foi encontrado. O Ministério Público e o Tribunal de Contas (TCE) também arquivaram suas investigações.

    Leia mais

    > Fazenda não reduz ICMS no gás de cozinha e botijão se aproxima de R$100 em SC

    > Mapa Covid de SC: veja em mapa e dados por cidade como está a situação da pandemia

    > Calendário da vacina: veja dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

    > “Vamos sair dessa”, tranquiliza Renan Dal Zotto, técnico da Seleção de vôlei, após diagnóstico de Covid-19

    Mais colunistas

      Mais colunistas