nsc
    nsc

    Direito

    O desrespeito com quem perdeu o emprego 

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    25/04/2020 - 17h27
    (Foto: Félix Zucco/Agência RBS)
    (Foto: Félix Zucco/Agência RBS)

    Além da perda da remuneração como fruto do resultado de 30 dias de trabalho, aquele que foi demitido em função da crise da pandemia do novo coronavírus enfrenta, ainda, a dificuldade de conseguir o seguro-desemprego. É absolutamente lamentável e inaceitável a desorganização do Governo Federal em lidar com esta questão. A garantia de um direito para quem mais precisa e no momento em que mais precisa deveria ser prioridade. As agências do SINE estão funcionando com pré-agendamento. A orientação é solicitar o benefício pelo aplicativo ou pelo site. Nem todos conseguem.

    ​>Saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Para grande parte das pessoas aparece a necessidade de confirmar cadastro diretamente na agência mais próxima do SINE. Mas a orientação repassada por Ramon Fernandes, coordenador estadual do SINE, é que não é necessário ir até uma agência. Segundo ele, é possível resolver mandando um email. É uma confusão. O mínimo que se esperava era simplicidade, facilidade e agilidade para viabilizar o pagamento. A procura por seguro-desemprego aumentou em Santa Catarina, mas não se sabe quanto. Os dados que o SINE dispõe são do CAGED de dezembro de 2019. Segundo o Sebrae, 406 mil pessoas perderam emprego durante a crise de enfrentamento ao Covid-19. Essas pessoas não podem esperar.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas