nsc
    nsc

    Empregos

    O impacto em SC com o fechamento da Ford no Brasil

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    11/01/2021 - 18h12 - Atualizada em: 11/01/2021 - 18h50
    Ford anuncia fechamento de fábricas no Brasil
    Ford anuncia fechamento de fábricas no Brasil (Foto: Ford/Divulgação)

    Apesar de ser fornecedor de peças e equipamentos para a indústria automotiva, Santa Catarina não terá um impacto muito significativo com o fechamento das fábricas da Ford no Brasil. A opinião é do presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Mario Cezar de Aguiar. 

    — Fizemos um levantamento e vimos que Santa Catarina não é um grande fornecedor para a Ford. O impacto não é significativo — disse Aguiar.

    > Ford anuncia fechamento de fábricas no Brasil; demissão deve atingir 5 mil pessoas

    Entretanto, o executivo lamenta o fechamento da unidades da montadora no país. 

    — Isso mostra, mais uma vez, que o Brasil é um país caro para produzir e, com isso, perde competitividade. É mais um sinal de que precisamos das reformas estruturantes. Precisamos fazer o dever de casa, como melhorar a nossa legislação tributária, melhorar a infraestrutura e simplificar. Nós não temos uma política industrial. Nem Ministério da Indústria e Comércio temos — lamenta.

    > ‘Vamos ser vacinados e vamos continuar tendo que usar máscaras’, diz pesquisadora da Fiocruz

    Segundo estimativas da Receita Federal, desde 1999 a Ford recebeu R$ 20 bilhões em incentivos fiscais e, mesmo assim, não foi suficiente para mantê-la em operação no Brasil.

    — Incentivo fiscal é importante, mas não é só isso. Precisamos, de fato, criar um ambiente de negócios favorável, caso contrário, ninguém sobrevive. Ao longo dos anos o PIB da Indústria vem caindo e ela é fundamental para o país pois gera bons empregos e paga impostos — finaliza.

    > Clima é de incerteza sobre data e quantidade de vacinas para Covid-19 em SC

    > Opinião: descontrole em SC prende em casa quem segue as regras contra Covid-19

    > UFSC vai vender camarão excedente de pesquisa com preço abaixo do mercado

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas