A Polícia Militar monitorou as redes sociais para chegar até o fuzil, apreendido na noite de sábado (27), no Morro da Caixa, região central de Florianópolis. O comandante do 4º BPM, tenente-coronel André Rodrigo Serafin, explicou que a ostentação por parte dos marginais está cada vez mais frequente.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

— A ostentação com joias e armas é uma questão da cultura atual e eles fazem isso, também, como forma de intimidar grupos rivais, mostrar poder e atrair novos integrantes — explicou o policial.

Duas pessoas foram presas na ocorrência. Além do fuzil, os policiais encontraram com os suspeitos, 4 munições.556, 1 pistola Taurus. 380, 12 munições. 380, 103g maconha, 7g cocaína, 4g Haxixe, 2 balanças de precisão, anotações do tráfico, 76 reais, 1 faca e 1 smartphone.

Leia Mais:

O grande erro mostrado na praia de nudismo em Florianópolis

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total