nsc
    nsc

    Alesc

    Pedido de impeachment da CPI traz fato com apelo popular

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    22/08/2020 - 15h13
    Deputado Ivan Naatz explica relatório da CPI
    Deputado Ivan Naatz explica relatório da CPI (Foto: Fábio Queiroz / Agência AL)

    O relatório da CPI dos Respiradores foi pesado, conforme o esperado. A compra dos equipamentos de saúde foi um desastre completo, realizada “num momento de desespero de todos nós”, segundo palavras do governador Carlos Moisés, o que em nada justifica tamanho descontrole, justamente por parte de quem tem a narrativa de governo técnico e voltado para a qualificação do gasto público. 

    >Projeto em Florianópolis prevê demolição sumária de obras irregulares

    >“Não teve caça às bruxas e não acabou em pizza”, diz relator da CPI dos respiradores

    Aprovado por unanimidade, o relatório simboliza um marco histórico na política: uma CPI sem nenhum representante para defender o governo. Com a solicitação de pedido de impeachment de Moisés, é mais um desgaste para o governo, justamente num tema que tem apelo popular, diferentemente da equiparação salarial entre procuradores da PGE e Alesc.

    >CPI dos respiradores pede impeachment de Moisés e investigação criminal de 13 pessoas

    Mais colunistas

      Mais colunistas