O governo de Santa Catarina quer ampliar as relações comerciais com a Rússia e atrair o turista do país do presidente Putin. O secretário de Articulação Internacional (SAI-SC), Juliano Froehner, e a secretária-adjunta do Turismo (Setur-SC), Catiane Seif, estarão na Rússia a partir desta quinta-feira (9) com o objetivo de atrair investimentos e divulgar o turismo catarinense aos participantes do V Fórum Internacional dos Municípios BRICS+. 

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

No evento, em São Petersburgo, farão o lançamento do Guia do Investidor de Santa Catarina (no idioma russo) para empresários e investidores.

O Guia disponibiliza importantes dados a empresários que desejam investir no Estado, tanto brasileiros como estrangeiros. Descreve, ainda, informações sobre programas de financiamentos para empresas de todos os tamanhos, das micro e pequenas empresas até as indústrias e multinacionais. O documento, que acaba de ser lançado em português, inglês, russo e, em breve, em espanhol, também será apresentado em Moscou, durante reunião com empresários da região.

Turismo catarinense

O turismo catarinense será apresentado para mais de 40 países participantes do Fórum Internacional dos Municípios BRICS+, promovendo o potencial turístico e econômico da região.

Continua depois da publicidade

Relações comerciais

Atualmente, Santa Catarina exporta US$ 29,57 milhões de dólares. Dentre os principais produtos exportados, as carnes estão no topo (US$ 14,1mi), seguidas de produtos dos setores de máquinas e equipamentos, indústria de alimentos, produtos químicos, equipamentos elétricos e produtos farmacêuticos.

Em termos de importação, o Estado importou US$ 209,8 milhões. Desses, US$ 119,7 milhões em fertilizantes e US$ 41,5 milhões de ferro fundido, seguido do níquel, combustíveis minerais, produtos químicos inorgânicos, produtos químicos orgânicos, outros metais comuns, borracha e produtos do setor de moagem. Dados da FIESC e MDIC/2023.

Leia Mais:

Em SC, 90% das obras de barragens estão atrasadas ou paralisadas, diz Fiesc

Casan é o “boi de piranha” da eleição em SC

Estado pede ajuda ao governo Lula após operação clandestina da PM em SC

Destaques do NSC Total