nsc
nsc

Imunização

Vacinação da Covid no Brasil precisa contar com mudança no discurso de Bolsonaro para ter maior adesão

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
18/01/2021 - 08h55
População precisa aderir à campanha para sucesso da vacinação no Brasil
População precisa aderir à campanha para sucesso da vacinação no Brasil (Foto: Prefeitura de Joinville/ Divulgação)

A campanha nacional de vacinação contra a Covid-19 está começando e a meta de imunização será mais facilmente alcançada caso mude a postura do presidente Jair Bolsonaro. O atual ocupante do Planalto é um crítico da Coronavac e já questionou a eficácia da vacina. Nas declarações recentes do presidente se vê pouco ou nada do discurso da importância histórica das vacinas para a humanidade. O que temos, predominantemente, são declarações que abordam muito mais a não obrigatoriedade e os efeitos colaterais (virar um jacaré).

>Vacinação contra a Covid-19 em SC pode começar nesta segunda

Com milhões de seguidores nas redes sociais, Bolsonaro se comunica diretamente com seus eleitores que encaram as mensagens como verdades absolutas. Neste sentido, quando o presidente questiona a eficácia da vacina, alimenta o movimento antivacina e pode desestimular milhões de brasileiros ingênuos e desinformados a procurar os postos de vacinação.

>Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Bolsonaro daria grande contribuição para a saúde pública, para preservação de milhares de vidas e para a contenção da pandemia caso, finalmente, decida optar pelas verdades já comprovadas pela ciência. É o momento da maior liderança do país enaltecer o anúncio da Anvisa com a liberação das vacinas Coronavac e Astrazeneca. É o momento de convocar os brasileiros para se vacinarem. De informar que a vacina é segura, que vai ter para todos, que primeiros serão atendidos os grupos prioritários e conclamar a população para ter um pouco mais de paciência e que, enquanto isso, devem manter os cuidados com aquilo que já se sabe que funciona: a higiene das mãos, o uso da máscara e o distanciamento social. Isso não significa ir contra à economia. Muito pelo contrário. Lembrar do respeito aos protocolos é proteger a economia.

>As frases da semana em Santa Catarina

Uma mudança de narrativa do presidente significaria ampliar o alcance da mensagem pela necessidade de se vacinar e isso nos dá chance maior de atingir a meta da campanha que agora começa. 

> Politizar a vacina para Covid-19 é sinal do buraco em que estamos

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas