nsc
    nsc

    Futebol

    Chapecoense está sobrando no Campeonato Catarinense

    Compartilhe

    Roberto
    Por Roberto Alves
    05/04/2021 - 08h45
    Chape ganhou de 3 a 0 contar o JEC
    Chape ganhou de 3 a 0 contar o JEC (Foto: Vitor Forcellini / Divulgação)

    O verdão do oeste simplesmente ignorou o JEC no jogo de sábado na arena de Joinville. Não há como negar que a Chape, líder absoluta do campeonato, caminha para mais uma decisão. Tem no elenco o artilheiro da competição e volta a jogar um futebol não só competitivo como de qualidade.

    > Restrições, horários e multas: entenda o que está proibido ou liberado em SC até 12 de abril

    O Juventus de Jaraguá do Sul continua sua boa campanha no estadual. Foi ao Sul do Estado e segurou um empate importante para se garantir entre os quatro primeiros da tabela de classificação. Realiza uma boa campanha com muitas chances de ficar entre os quatro primeiros para a etapa seguinte do mata mata.

    Com um futebol confuso, mas de superação, o Avaí volta a vencer

    Foi um futebol mal jogado de ambas as partes. Avaí e Metropolitano estiveram muito abaixo do que se esperava. Em alguns momentos, no primeiro tempo por exemplo, o futebol foi muito pobre. Vale as dificuldades encontradas pelo Avaí por conta de muitas ausências na equipe. Um time na verdade bem desfigurado, o que impede um pouco mais de entrosamento e qualidade.

    Ainda assim, aos 22 do segundo tempo, o Avaí encontrou o gol da vitoria numa virada de jogo do João Vitor da direita para a esquerda achando Gabriel que apenas deu um tapa na bola para deixar Marcos Cerrato em condições de marcar. Teve a colaboração do goleiro do Metropolitano.

    Desconto

    É preciso reconhecer as dificuldades do Avaí com um time desfigurado. Muita gente no DM e outros com cartões vermelho e amarelo. Isso tem dificultado muito o técnico a montar sua equipe. Em conseqüência, vimos uma equipe sem entrosamento e se conhecendo em campo.

    A novidade avaiana foi a presença do garoto Gabriel que se não fez uma partida especial colaborou. E diria até foi o jogador que mais participou e ganhou destaque no Avaí. Importante a vitoria que dá tranqüilidade a continuação do trabalho durante a semana. Há momentos em que o bom futebol é deixado de lado para que o resultado seja fundamental.​

    > Empresário Maurício Vargas, fundador do Reclame Aqui, morre de Covid-19

    Reforços

    Ficou muito claro que reforços precisam chegar a Ressacada, e isso o Claudinei Oliveira já falou. Precisa de zagueiro, meio de campo e um atacante artilheiro.

    Com muitas improvisações e ausência de titulares no DM as dificuldades vão aumentar na medida em que o adversário tenha melhor qualificação.

    Gostei

    De Gabriel no ataque que no final deve ter cansado. Somente a partir dos 25 minutos do segundo tempo o time deu uma melhorada. Não fez uma boa partida, mas as razões estão expostas e até aceitáveis.

    Como analise final fica muito claro a necessidade de reforços o que a direção do clube sabe perfeitamente

    > Copa do Brasil: confira datas, horários e locais dos jogos do Avaí, Joinville e Criciúma na segunda fase

    Opinião do Técnico

    Claudinei Oliveira começou falando de Gabriel lateral esquerdo de origem. Jogador hoje faz parte do sub 23 que passou a treinar com os profissionais. Jogador de muita dedicação e boas ações ofensivas. Claudinei elogiou bastante a atuação de Gabriel. Enalteceu o fato de ter no banco sete jogadores da base do clube. O técnico do Avaí considerou importante a vitoria para a sequencia dos trabalhos e não quiz comentar nada sobre os jogadores no Departamento Médico.

    Elogios a Cerrato que altera o ritmo do jogo o que aliás não vi. Acho jogador interessante que pode contribuir um pouco mais. Claudinei fez uma analise da situação em que apenas 4 titulares começaram o jogo contra o Metropolitano. Em seguida perde o Getulio. Situação delicada em que acha que o time superou.

    O Metropolitano

    Time de Blumenau terá dificuldade para deixar a zona de rebaixamento. Time tem alguma limitação. Tivesse um pouco mais de ousadia teria partido para cima do Avaí com alguma chance. Limitou-se a segurar o jogo com pouco poder ofensivo.

    Figueirense mostra poder de recuperação

    Um empate que teve sabor especial para o Figueirense. Cresce a cada jogo e isso está a olhos vistos. O resultado diante do Brusque precisa ser considerado na medida que abriu o placar, tomou o empate, a virada e foi buscar o empate dentro de Brusque contra o vice líder do estadual. O próprio Jorginho foi claro ao perceber um crescimento na equipe. Como sempre fez alguns elogios individuais.

    O Figueirense utilizou bem o lado do campo para chegar. Ainda assim continua os problemas da bola alta na área do Figueirense. Mesmo assim segundo técnico Jorginho em nenhum momento o time desestabilizou.

    Jorginho diz que os garotos começam a ficar mais cascudos. O Figueirense voltou ao jogo e ao campeonato.

    > Branco recebe alta e deixa hospital após internação com Covid-19

    Via Crucis

    O Marcílio Dias deixou passar a chance de uma vitória para encostar nas primeiras posições do campeonato e diante de um Criciuma muito mal no estadual.

    O empate até deve ser considerado pelo Criciúma, mas muito ruim para o Marcílio Dias.

    Começa a se desenhar um quadro na tabela de classificação do campeonato que vamos ter surpresa no final desta fase de classificação. O Criciúma ainda não entrou no campeonato estadual.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas