nsc
nsc

Avaí

Geninho diz que mudou a forma de jogar e respondeu sobre possível saída do clube

Compartilhe

Roberto
Por Roberto Alves
04/12/2020 - 07h21
Técnico falou em coletiva de imprensa sobre partida do Avaí
Técnico falou em coletiva de imprensa sobre partida do Avaí (Foto: Reprodução)

Na coletiva de imprensa, Geninho disse que mudou a forma de jogar e explicou que Valdivia teve mais liberdade pra jogar.

Rafael Pereira foi outra alteração do técnico, que revelou que o jogador já havia atuado com ele, em Pernambuco, como primeiro volante. Ele também fez elogios a Pedro Castro, que fez um bom segundo tempo.

O técnico do Avaí continua lendo o jogo de uma forma que lhe convém. Como é bom de argumento acaba convencendo a um segmento da torcida.

Geninho acha que não fez uma má partida e a rigor não ficou satisfeito com o ataque do time. Sinceramente, não vi grande melhora na forma de jogar do Avaí, contrariando a opinião do técnico.

> Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

Geninho reconheceu que alguns jogadores foram muito abaixo do que podem.

Enfim, sobre o conselho deliberativo querer sua cabeça, o técnico, como sempre muito elegante, disse que gosta mais do Avai do que muita gente. Tem paixão pelo Avaí, enquanto outros tem interesse. O cargo dele está permanentemente a disposição do presidente.

— Aceito as opiniões dos outros, mesmo não concordando. Muitos do conselho fizeram festa comigo quando subimos o Avaí — disse o técnico.

E ainda completou:

— Parece que tudo de errado que está acontecendo no clube é culpa minha. Se for o caso e for para ajudar o Avaí sento com o presidente amanhã e deixo o clube — disse Geninho.

Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

Mais colunistas

    Mais colunistas