nsc
    nsc

    Dona Francisca

    Áreas de escape e "novas" curvas na Serra dependem de projeto a ser contratado em 2020

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    08/11/2019 - 11h01
    Redesenho de curvas está entre as cobranças de melhorias no trecho da SC-418 na Serra Dona Francisca (foto: Mauro Schlieck, divulgação)
    Redesenho de curvas está entre as cobranças de melhorias no trecho da SC-418 na Serra Dona Francisca (foto: Mauro Schlieck, divulgação)

    O redesenho de curvas e a instalação de áreas de escape na SC-418, na Serra Dona Francisca, estão condicionados à contratação de projeto amplo de reforma da rodovia - caso o diagnóstico venha a apontar a viabilidade dessas intervenções. A concorrência deve ser lançada no primeiro semestre de 2020. Sem o projeto, a estrada vai receber apenas melhorias pontuais, como dispositivos de segurança, por exemplo. O futuro da SC-418 foi discutido em reunião em Pirabeiraba, na noite de quinta, com participação do secretário Carlos Hassler (Infraestrutura). A organização foi de conselhos comunitários de segurança.

    As caixas de contenção chegaram a ser examinadas em 2015, após a tragédia com ônibus, mas logo foram descartadas porque não foram identificadas áreas apropriadas. Mas o futuro projeto poderá fazer a indicação do local das caixas, inclusive com novo traçado das curvas. O projeto deverá levar pelo menos seis meses para ser elaborado. Depois, será vez da concorrência da obra. Portanto, é improvável que a revitalização cobrada em campanha por entidades empresariais, entre outras mobilizações, inicie antes de 2021.

    Paralelo ao projeto, terá de ser providenciado o licenciamento ambiental da obra, uma tarefa complexa pelo fato de a rodovia cruzar uma área de preservação ambiental.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas