publicidade

Navegue por
Saavedra

Precaução

Bombeiros Voluntários analisam prevenção de incêndios em prédios públicos de Joinville

Compartilhe

Por Saavedra
28/02/2019 - 05h00 - Atualizada em: 28/02/2019 - 05h00
Bombeiros
(Foto: )

*Por Luan Martendal

A equipe do Centro de Atividades Técnicas (CAT) do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville  (CBVJ) está levantando quais os prédios públicos do município cumprem (de forma total ou parcial) a legislação de prevenção a incêndio e pânico. Será verificada a existência do habite-se e atestado de funcionamento junto aos bombeiros.

A intenção da análise surgiu em contato com a prefeitura que, por meio da Secretaria de Gestão de Pessoas, encaminhou há cerca de duas semanas a listagem com os endereços de 344 imóveis públicos do Município para realização da consulta. A expectativa dos bombeiros é entregar o relatório no prazo de 30 dias.

— Com base nessa lista de prédios que estão sob o guarda-chuva da administração municipal, será possível mapear aqueles que têm projeto preventivo à incêndio e quais estão com a vistoria em dia. Hoje a própria prefeitura não tem essa dimensão, então vamos mostrar a eles qual é o cenário atual — explica Luciano Mendonça Seiler, coordenador do CAT.

Depois de pronto, o diagnóstico pode servir para orientar os passos da regularização dos imóveis que estiverem em descompasso com as medidas preventivas no âmbito dos bombeiros. Segundo o CBVJ, as construções feitas a partir de 2010 dificilmente não passaram ao menos uma vez pela liberação da entidade. Porém, ainda há um conjunto de prédios públicos em que essa informação está no limbo.

— Embora o Município sempre se confronte com restrições orçamentárias e de toda ordem, percebemos que existe um desejo dentro do poder público municipal, em ir atrás (da regularização) — diz Mendonça.

Vistorias

Somente no ano de 2018 a CBVJ contabilizou 4.285 análises de projetos preventivos contra incêndio (PPCI) em imóveis joinvilenses. Houve ainda 16.317 registros de processos de vistorias em 2018, contemplando uma área total de 14,7 milhões de metros quadrados. A quantia é 5,3% superior ao acumulado de 2017, quando foram efetuadas 15.492 vistorias, e 50,4% maior que o saldo de 2016 (10.851).

Discussão do estacionamento rotativo

O projeto que revoga a atual lei sobre o estacionamento rotativo de Joinville foi aprovado quarta-feira na comissão de Legislação da Câmara de Vereadores. O texto agora passa para análise das comissões que vão discutir o mérito do projeto. A revogação da lei é necessária para que a prefeitura implemente o novo sistema por meio de decreto.

Durante a reunião de quarta-feira, o secretário da Seprot, Bráulio Barbosa, deu explicações sobre a proposta de revogação. Segundo ele, a lei antiga não será usada porque houve um entendimento de que havia um projeto melhor para a sociedade. Ele será gratuito, com cobrança de multa apenas para quem permanecer na vaga acima do tempo permitido.

A perspectiva é de que o decreto determine cerca de 1 mil vagas do rotativo na região central. O sistema é dividido em quatro áreas: região da rua Princesa Isabel, do Príncipe, Jerônimo Coelho e Abdon Batista. Apenas a terceira área não teria vagas em um primeiro momento por causa das obras de drenagem do rio Mathias.

Revisão da Cosip

O estudo sobre a possibilidade de alteração nas faixas de cobrança da Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip), anunciado pelo prefeito de Joinville Udo Döhler, deve ser rápido. Isto porque a análise será feita a partir de uma tabela apresentada pela Ajorpeme. A intenção é propor um novo escalonamento, em especial, à faixa de consumo que vai de 201 a 500 kWh/mês.

No entanto, a apresentação de uma proposta do Executivo à Câmara de Vereadores deve acontecer somente depois de encerradas as discussões do estacionamento rotativo. A estratégia do governo é não misturar assuntos ou causar confusão com a tramitação conjunta de duas pautas importantes.

Limpeza

ponte
(Foto: )

Com a alta reincidência das chuvas em Joinville, cresce a atenção de prevenção de enchentes nos rios Bucarein e Águas Vermelhas. A última limpeza começou há pouco mais de um mês. No Rio Águas Vermelhas, a conclusão desta etapa de limpeza ocorreu no fim deste mês (foto), o que beneficia os moradores dos bairros Morro do Meio e Vila Nova.

Concurso

Às 15 horas desta quinta-feira a Câmara de Joinville lança a 5ª edição do concurso de redação e desenho Jovem Autor, que contempla estudantes dos ensinos fundamental e médio das escolas públicas e particulares do município. Desde 2015 o projeto já resultou na apresentação de 50 mil trabalhos. O tema deste ano é “A conservação da Mata Atlântica e as mudanças climáticas em Joinville”, e as inscrições ocorrem de 1º a 31 de março pelo site da Câmara.

Curtas

8º BPM no Instagram

O 8º Batalhão da Polícia Militar (8ºBPM) criou um perfil no Instagram – @pmscjoinville8bpm – com o objetivo de aproximar a corporação da comunidade e divulgar os trabalhos do pelotão. Em duas semanas já são cerca de 1,5 mil seguidores, alcance que surpreende positivamente.

Cicloturismo

A sinalização do Circuito de Cicloturismo Dona Francisca, projeto que possui sete rotas entre as áreas urbana e rural de Joinville, deve ser implementada até agosto. O investimento será feito com recursos do município ao custo de R$ 300 mil.

A garantia da execução da instalação – composta por placas informativas – foi dada durante reunião entre representantes do Movimento Pedala Joinville com os poderes Executivo e Legislativo.

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Saavedra

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação