A biofábrica para enfrentamento da dengue em Joinville, para aplicação do método Wolbachia, será instalada em unidade de saúde a ser desativada no bairro Nova Brasília. Uma nova estrutura de saúde está em construção, com obras iniciadas em outubro e entrega nos próximos meses. A biofábrica vai aproveitar o antigo posto, que seria demolido. O cronograma da Secretaria de Saúde de Joinville prevê a liberação dos primeiros mosquitos com a bactéria a partir de julho. O objetivo é buscar a redução no número de casos de dengue a partir do início do ano que vem. Joinville teve o registro de 1,5 mil casos neste ano, com cinco mortes.

Continua depois da publicidade

Clique para receber notícias de Joinville e região no WhatsApp

A primeira etapa preparatória para o Wolbachia foi concluída, com coleta de mais de 23 mil ovos do mosquito. Foram utilizados 650 ovitrampas, armadilhas com recipientes com água e palhetas de madeira, para recolhimento dos ovos. O material foi levado à outra biofábrica, mantida pela Fiocruz e World Mosquito Program (WMP), para que os ovos recebam a bactéria Wolbachia.

Em maio, quando a biofábrica de Joinville deverá entrar em operação, os ovos serão trazidos de volta. Nesse espaço, os mosquitos serão produzidos, para soltura a partir de julho. A biofábrica funciona como laboratório. Foram escolhidas 17 áreas (não são exatamente bairros) para a liberação dos mosquitos. Nessas localidades, estão 60% dos moradores de Joinville. Com a Wolbachia, os mosquitos e seus descendentes não transmitem a dengue e outras doenças.

Com estudo para novo ginásio em Joinville, concessão do Centreventos continua nos planos

Continua depois da publicidade

Detran/SC vai remover 900 veículos de depósito em Joinville, para leilão

Quando deverá ficar pronta nova ponte sobre o rio Cachoeira, em Joinville

Joinville terá biofábrica no enfrentamento da dengue

Se não for vendido em leilão, prédio no Centro de Joinville tem futuro incerto

Plano de Joinville contra dengue tem previsão de central de hidratação

Quantas pessoas estão internadas em Joinville por causa da dengue

Destaques do NSC Total