nsc
nsc

Segurança no trânsito

Em cinco anos, SC tem mais de meio milhão de multas por falta de cinto; Joinville lidera ranking

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
01/03/2020 - 13h16 - Atualizada em: 02/03/2020 - 09h16
Em cinco anos, foram 539 mil multas registras em Santa Catarina por causa da falta do uso de cinto de segurança (foto:Arquivo AN)
Em cinco anos, foram 539 mil multas registras em Santa Catarina por causa da falta do uso de cinto de segurança (foto:Arquivo AN)

Em cinco anos, a falta de cinto de segurança motivou mais de 500 mil multas de trânsito em Santa Catarina, sendo 60,3 mil em Joinville, a cidade com maior número de registros nesse período. Os dados são referentes a janeiro de 2015 até fevereiro de 2020. As estatísticas do Detrans/SC incluem as infrações registradas no sistema nacional, com origem nas fiscalizações municipal, estadual e federal. A base de dados traz dados desde 2015.

Nas 539 mil multas aplicadas desde 2015 por causa da falta do cinto de segurança, estão incluídas as infrações provocadas pela falta de uso do equipamento de segurança pelos passageiros, uma parcela de 11% do total – a maioria das notificações é aplicada pela ausência de utilização do dispositivo no motorista. Em Joinville, a média de multas registradas por causa da falta do cinto em 2020, seja pelo condutor ou passageiro, são de 29 por dia.

A liderança no ranking das multas em Santa Catarina nesses cinco anos é o trânsito com velocidade superior em até 20% do máximo permitido, com estacionamento irregular (rotativo).

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas