O estudo sobre o futuro da gestão do Hospital Municipal São José será concluído em junho. A Secretaria de Saúde de Joinville recebeu em março o diagnóstico elaborado por consultoria contratada no ano passado. No entanto, como foram solicitadas informações complementares, o contrato foi prorrogado por dois meses, com vencimento no início do mês que vem.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A mudança na gestão do São José é tema do plano de governo de Adriano Silva. A proposta é passar a administração para organização social, uma forma de dar mais “qualidade, agilidade e eficiência”, conforme o então candidato. No ano passado, a Fipe foi contratada para analisar a viabilidade de um novo modelo de gestão. O contrato não cita a expressão “organização social”, mas é esse o formato buscado pela prefeitura, em modelo semelhante ao adotado no Hospital Infantil, um estabelecimento estadual administrado por OS desde 2008.

A Secretaria de Saúde de Joinville não divulgou quais as opções sugeridas na primeira versão do estudo, entregue neste ano, nem qual modelo poderá ser eventualmente escolhido. Tal manifestação só deve ocorrer após a entregue das informações adicionais. No entanto, ainda antes de eventual mudança no hospital, a prefeitura pretende conceder a UPA Sul para organização social, em processo que deixou de ser prioridade e não tem data para lançamento de edital.

Ex-deputado federal vai assumir diretoria no BRDE

Continua depois da publicidade

Em acordo com o MP, Joinville terá a instalação de mais conselhos tutelares

Para afastar risco em repasses, prefeitura de Joinville pede informações ao Estado

Maior área de expansão de Joinville terá proposta da regulamentação neste ano

Quais as próximas etapas antes do lançamento da licitação do ônibus em Joinville

Como frota maior em Joinville “ajuda” na receita com IPVA

Destaques do NSC Total