nsc
    nsc

    Campanha

    “Com Fé”, “Acima de Tudo”, “Juntos”, “Gente”: como as alianças se chamam em Joinville nas Eleições 2020

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    19/09/2020 - 13h12
    Em número recorde de candidatos, Joinville terá 15 concorrentes ao cargo de prefeito
    Em número recorde de candidatos, Joinville terá 15 concorrentes ao cargo de prefeito (Foto: Salmo Duarte, arquivo AN)

    O registro das candidaturas a prefeito em Joinville traz também as denominações das coligações, em expressões que antecipam, em boa parte, o eixo da campanha eleitoral. Entre os 15 candidatos a prefeito nas eleições 2020, seis conseguiram partidos aliados. As coligações são proibidas para a disputa pelas vagas na Câmara de Vereadores, restrição que acabou limitando também alianças para eleição para prefeito, ainda que permitidas. > Em site especial, saiba tudo sobre as Eleições 2020 em SC

    > Eleições 2020 em Joinville: com mais de 500 candidatos, disputa para vereador terá recorde

    O MDB de Fernando Krelling vai de “Vamos para Frente, Vamos com Fé”, em coligação com PSC, PTB, Pros, PSB e PRTB. O uso da palavra “fé” é uma novidade nas últimas eleições em Joinville. Na disputa passada, de reeleição, o partido usou slogan de continuidade, de “Juntos no Rumo Certo”.

    A outra coligação mais ampla em Joinville nestas eleições, registrou “Juntos por uma Nova Joinville”. A aliança liderada por Darci de Matos (PSD) faz uma alusão aos aliados, sendo que duas das legendas coligadas, PSDB e PP, desistiram de candidaturas próprias. O grupo tem ainda o PL. Na disputa de 2016, Darci usou a expressão “Joinville mais Humana e mais Feliz”.

    Podemos e DEM têm Ivandro de Souza como candidato a prefeito e a coligação “Aliança por Joinville”. Em uma coincidência – ou não – há uma referência parcial ao futuro partido do presidente Jair Bolsonaro, o Aliança pelo Brasil. O Patriota e o PMB foram mais diretos na ligação: a coligação que tem Nelson Coelho como candidato a prefeito registrou “Joinville acima de Tudo”.

    O PT traz alusão à campanha vitoriosa em 2008. Naquela eleição, Carlito Merss venceu a disputa com a aliança “Joinville de toda a sua Gente”. A coligação tinha o PR. Agora, Francisco de Assis se aliou ao PCdoB e adota a denominação “Joinville que cuida da sua Gente”. O outro grupo aliado nas eleições municipais de Joinville, formado por Cidadania e Solidariedade e com Tânia Eberhardt como candidata à prefeitura, será a “Joinville é o que nos Move”. Além dos partidos coligados, há também os candidatos que concorrem sem aliança.

    Como ficaram as candidaturas em Joinville para prefeito e vice, além da coligação

    Adriano Bornschein Silva (Novo) – Rejane Gambin (Novo)

    Adriano Mesnerovicz (PSTU) – Ricardo Lautert (PSTU)

    Anelisio Machado (Avante) – Joacir Siqueira (Avante)

    Eduardo Zimmermann (PTC) – Everaldo Ávila (PTC)

    Dalmo Claro (PSL) – Derian Campos (PSL)

    Darci de Matos (PSD) ­– Rodrigo Fachini (PSDB) – Coligação PSD, PSDB, PL e PP

    Fernando Krelling (MDB) – Rosane Bonessi (MDB) – Coligação MDB, Pros, PSC, PTB, PRTB e PSB

    Francisco de Assis (PT) – Antônia Grigol (PT) – Coligação PT-PCdoB

    James Schroeder (PDT) – Adilson Buzzi (PDT)

    Ivandro de Souza (Podemos) – Angélica Ponciano (DEM) – Coligação Podemos e DEM

    Levi Rioschi (DC) – Simone Rietter (DC)

    Marco Aurélio Marcucci (Republicanos) – Israel Petróleo (Republicanos)

    Mayara Colzani (PSOL) – Francisco Aviz (PSOL)

    Nelson Coelho (Patriota) – Sérgio Duprat (Patriota) Coligação Patriota e PMB

    Tânia Eberhardt (Cidadania) – Anselmo de Moraes (Solidariedade) Coligação Solidariedade e Cidadania

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas