nsc
nsc

Investimento

Fiesc detalha projeto para complexo no Moinho Joinville; confira imagens

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
22/06/2021 - 07h58
Projeção mostra vista dos auditórios: plano prevê utilização de toda a área do Moinho
Projeção mostra vista dos auditórios: plano prevê utilização de toda a área do Moinho (Foto: Divulgação)

Em apresentação na noite de segunda-feira na Acij, a Fiesc trouxe mais detalhes sobre os planos para complexo de ensino a ser construído na área do Moinho Joinville, comprado pela federação em 2019. O investimento será de R$ 100 milhões e aguarda a concessão de licenças para o início das obras – o que deve ocorrer no final do ano ou primeiro semestre de 2022. A construção terá duração de 18 meses.

Imagem mostra visão geral do complexo de ensino junto ao Moinho Joinville
Imagem mostra visão geral do complexo de ensino junto ao Moinho Joinville
(Foto: )

O presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, considera o investimento como “resgate” da entidade com Joinville. Também presente na Acij, o prefeito Adriano Silva apontou a reutilização do espaço como “revolucionária”. O complexo faz parte de plano de recuperação da área central, com parque linear ao longo do rio Cachoeira, incluindo bulevar e a reocupação de áreas de empresa.

Planejamento prevê áreas de convivência dentro do complexo
Planejamento prevê áreas de convivência dentro do complexo
(Foto: )

Além do panorama da economia de Santa Catarina e de Joinville, a Fiesc apresentou o planejamento de investimentos da federação no Estado, com detalhamento em relação a Joinville. Para a cidade do Norte, estão programados R$ 128 milhões até 2025, sendo que uma fatia já foi aplicada, como em novos laboratórios de manufaturas, por exemplo.

Com área aberta à comunidade, complexo do Moinho Joinville terá parque linear no entorno
Com área aberta à comunidade, complexo do Moinho Joinville terá parque linear no entorno
(Foto: )

O complexo de ensino, a ser administrado pelo Sesi, terá níveis de ensino desde educação básica até ensino superior, incluindo ensino profissionalizante. Na primeira etapa, o espaço deverá contar com 2,7 mil estudantes, em planejamento para 2024. No futuro, poderá ser chegar a 4,6 mil.

Imagem mostra ponto de ligação entre o moinho e os blocos de ensino
Imagem mostra ponto de ligação entre o moinho e os blocos de ensino
(Foto: )

O prédio do Moinho Joinville será revitalizado para a instalação do Museu da Indústria. Outros usos estão em estudo. A área frontal do complexo, junto ao rio Cachoeira, assim como determinados outros espaços, será aberto para a comunidade. A prefeitura pretende instalar parque linear no entorno.

Na apresentação da Fiesc, foi mostrada uma imagem das salas de aula planejadas para o complexo
Na apresentação da Fiesc, foi mostrada uma imagem das salas de aula planejadas para o complexo
(Foto: )
Imagem mostra a vista da área da biblioteca e do vão central da instituição
Imagem mostra a vista da área da biblioteca e do vão central da instituição
(Foto: )

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas