nsc
nsc

CADASTRO DA SECRETARIA DA HABITAÇÃO

Fila da moradia em Joinville tem mais de 10 mil famílias inscritas

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
25/03/2021 - 13h46
Inscritos mais antigos entraram no cadastro da Habitação em 1999
Inscritos mais antigos entraram no cadastro da Habitação em 1999 (Foto: Arquivo AN)

Atualizada nesta semana, a lista da moradia em Joinville tem mais de 10 mil famílias. O cadastro mantido pela secretaria municipal da Habitação, conta com 10,5 mil inscritos com informações atualizadas. A relação tem ainda mais 7,5 mil pessoas, mas com dados desatualizados. Não há previsão de atendimento em maior escala neste momento.

> Ação de despejo de indígenas causa tumulto em Joinville; veja vídeo

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

Os inscritos mais antigos entraram na fila em janeiro de 1999. Em 2021, mais 75 famílias se cadastraram. A grande maioria dos cadastrados tem renda familiar até três salários mínimos. No início da administração municipal anterior, havia a expectativa de construção de residencial na zona Sul de Joinville, com capacidade de atender a até 15 mil pessoas. Mas o loteamento planejado pela iniciativa privada não saiu do papel.

A listagem mantida pela Secretaria da Habitação foi criada para dar mais transparência sobre a fila, com a organização em ordem cronológica e a indicação de critérios de prioridade, como pessoas idosas ou com deficiência, por exemplo.

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas