A preparação da obra para permitir navios de cargo de maior porte nos portos da Babitonga teve novo passo nesta semana. O Ministério dos Portos e Aeroportos aprovou o enquadramento do Porto Itapoá para a habilitação ao programa de incentivos a investimentos em infraestrutura – conforme proposta apresentada pelo governo do Estado, o terminal privado deverá custear o alargamento e aprofundamento do canal externo da baía do acesso aos portos de São Francisco do Sul e de Itapoá, em troca de abatimento em tarifas portuárias. O ministério está analisando a proposta. Nesse modelo, a contratação é feita pelo Porto de São Francisco do Sul.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

O Porto Itapoá foi enquadrado para habilitação ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi). O incentivo no programa é a suspensão temporária da incidência das contribuições para PIS e Cofins. O investimento na dragagem de aprofundamento do canal externo é de R$ 355 milhões. A estimativa da suspensão fiscal é de R$ 28 milhões. O pacote de obras inclui suavização de curva e uso de parte dos sedimentos retirados do fundo do mar no alargamento da praia de Itapoá.

Confira imagens dos portos de Itapoá e São Francisco do Sul

O aprofundamento do canal vai permitir embarcações de maior porte, com até 366 metros de comprimento e, futuramente, de até 399 metros. Atualmente, o limite é de 310 metros. Com capacidade de para atendimento de cargueiros maiores, o complexo portuário também cresce em competitividade. O aprofundamento com licença ambiental prévia e, atualmente, está sendo buscada a licença de instalação, necessária para o início das obras, além da definição da fonte de recursos.

Continua depois da publicidade

Por que altura de nova ponte será tema de reunião em Joinville

Qual será o orçamento da prefeitura de Joinville para 2025

Ação da “lei das abelhas” de Joinville chega ao STF

Como vai funcionar o hospital veterinário municipal em construção em parque de Curitiba

Rios com mananciais de Joinville terão plano contra inundação

Cidade que mais cresce em população em SC tem salto em ICMS

Por que Joinville ainda não conta com “trincheiras”, comuns no trânsito em Curitiba

Destaques do NSC Total