nsc
nsc

PROPOSTA DE MAIS DE DUAS DÉCADAS

Joinville ainda precisa definir fonte de recursos para nova ponte da Aubé

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
06/12/2021 - 08h27
Projeto de ponte prevê nova ligação entre os bairros Bucarein e Boa Vista
Projeto de ponte prevê nova ligação entre os bairros Bucarein e Boa Vista (Foto: Mauro Schlieck, CVJ, Divulgação)

A construção da ponte entre Bucarein e Boa Vista (Plácido Olímpio de Oliveira com Aubé) tem possibilidades de ser licitada ainda no primeiro semestre de 2022, mas será preciso definir antes a fonte definida de recursos. As tratativas da prefeitura com o governo do Estado estão em andamento, mas ainda não há um encaminhamento mais adiantado (como o Eixo K, por exemplo, cuja minuta está disponível no Portal da Transparência de Joinville). Se não vierem recursos do Estado, há uma outra fonte possível. A obra está estimada em R$ 11,5 milhões.

> Sai edital de mais de R$ 200 milhões para duplicação em rodovia no Norte

​> ​Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A primeira solicitação formal da prefeitura de Joinville ao governo do Estado de repasse para a obra foi feita em 18 agosto. A ponte tinha tratativas anteriores, mas o pedido foi formalizado naquele momento. O anúncio do convênio até feito antes, em visita a Joinville da então governadora em exercício, Daniela Reinehr, quando o Estado anunciou participação na obra. O montante divulgado foi de R$ 9 milhões. Em agosto, também foi apresentada a demanda para a ponte Anêmonas, entre os bairros Fátima e Guanabara, pedido em análise.

Em setembro, o pedido dos recursos para a ponte Aubé foi repassado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura à Casa Civil, para definição de fonte de recursos. Como os contatos com o governo do Estado sobre uma série de investimentos em mobilidade continuaram, a prefeitura enviou o projeto e “peças técnicas” da ponte ao Estado, em mais uma etapa preparatória para o convênio.

A documentação da ponte passou em tramitar em um segundo protocolo interno (o primeiro foi referente ao pedido de recursos). O novo processo administrativo chegou agora à Casa Civil, também para a definição de fonte de recursos para bancar a obra. A ponte tem possibilidade de ser incluída em novos repasses do Estado aos municípios – na primeira versão do SC Mais Mobilidade, divulgada em novembro, a obra não aparece.

Se a obra não for bancada pelo Estado, poderá ser incluída no empréstimo de R$ 200 milhões em contratação pela prefeitura junto ao Banco do Brasil. A prefeitura quer usar 20% do montante (R$ 40 milhões, portanto) na construção de pontes. A ligação entre o Bucarein e o Boa Vista já teve outras fontes no passado, como convênio com o governo federal e o PAC da Mobilidade. Nenhuma foi utilizada.

> Nova proposta do ICMS traz alívio para prefeitura de Joinville

> Prefeitura de Joinville terá redução de dias de ponto facultativo em 2022

> Joinville tem mais um mês positivo no emprego, mas saldo teve queda

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas