nsc
    nsc

    publicidade

    DEPOIS DE 12 AGÊNCIAS MULTADAS

    Lei da hora a mais é cumprida por todas as agências bancárias de Joinville

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    08/11/2019 - 17h07
    Decisão judicial permitiu volta do horário entre as 10h e 16h (foto:Arquivo AN)
    Decisão judicial permitiu volta do horário entre as 10h e 16h (foto:Arquivo AN)

    Depois da operação de fiscalização iniciada na semana passada pelo Procon de Joinville, todas as agências bancárias da cidade estão cumprindo a lei municipal da jornada ampliada de atendimento externo, das 10h às 16h (até então, a abertura era a partir das 11h). Nesse intervalo, 12 agências foram multadas. Cada penalidade é de 500 UPMs, equivalente a R$ 147 mil.

    A maioria dos bancos já vinha cumprindo a legislação, sendo que nesta sexta-feira o horário ampliado passou a ser atendido por todas as agências. O atendimento com uma hora a mais funcionou em 2015, assim que a lei entrou em vigor. Mas liminar da Federação Brasileira dos Bancos conseguiu suspender a vigência. O horário entre as 10h e 16h voltou a valer porque foi aceita argumentação de recurso da Prefeitura, que a ação da Febraban deveria ter sido apresentada contra o órgão de fiscalização – no caso, o Procon – e não contra o prefeito.

    Deixe seu comentário:

    Jefferson Saavedra

    Colunista

    Saavedra

    Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

    siga Saavedra

    Jefferson Saavedra

    Colunista

    Saavedra

    Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

    siga Saavedra

    publicidade

    publicidade

    publicidade

    publicidade