nsc
nsc

Ação

Liminar dá prazo para Estado regularizar fornecimento de medicamentos na Farmácia

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
09/04/2018 - 07h00
medicamentos
medicamentos
(Foto: )

Em liminar concedida à Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina, a Justiça deu prazo de 20 dias para o governo do Estado regularizar o fornecimento de medicamentos na Farmácia-escola de Joinville. Na ação apresentada no final do mês passado, a Defensoria elencou onze medicamentos em falta, parte deles desde julho do ano passado.

Com risco 

A 2ª Vara da Fazenda alegou risco à saúde dos pacientes ao tomar a decisão. O pedido de bloqueio dos recursos para bancar a compra dos produtos em falta foi negado pelo Judiciário porque não haveria neste momento como apontar o número de pessoas sem fornecimento dos remédios, o que impediria o cálculo do montante necessário para a compra. O Estado pode recorrer.

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas