publicidade

Saavedra

Rede pública

Pelo menos 25% de pacientes com câncer terão de esperar mais de 60 dias para tratamento em Joinville

Compartilhe

Por Saavedra
18/04/2019 - 04h20 - Atualizada em: 18/04/2019 - 04h20
(Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS)

No grupo de 198 pessoas com diagnóstico recente de câncer em Joinville, em torno de 100 pacientes têm garantia de início de tratamento em até 60 dias na rede pública, como determina lei federal. Os demais terão de esperar, na maioria das situações, por mais tempo para dar largada ao tratamento – que pode ser cirurgia, quimioterapia ou radioterapia (ou combinação entre os procedimentos).

No ano passado, 68% dos pacientes diagnosticados com tumores começaram o tratamento dentro dos dois meses determinados em lei. Os outros ficaram na fila, aguardando por mais tempo. Em 2019, o índice de atendimento seria de 75% do prazo legal, isto é, em até 60 dias. A Secretaria de Saúde de Joinville lançará edital nas próximas semanas para credenciar a contratação de serviços privados para quimioterapia e radioterapia.

A expectativa é de dar início ao tratamento a todos dentro dos 60 dias quando começar a execução dos procedimentos em rede privada, a serem pagos com referência na tabela SUS. Um dos maiores desafios está no câncer de próstata, um dos tipos de maior incidência.

Só susto

No final da manhã desta quarta-feira (17), houve princípio de incêndio no Centreventos, na área central de Joinville. Uma sala foi atingida, com a situação controlada rapidamente com extintor, sem maiores danos nem feridos. Os bombeiros foram chamados. 

Pelo Mar

No plano urbanístico do Espinheiros, apresentado nesta semana, está previsto também o transporte marítimo entre o bairro e o Morro do Amaral, do outro lado da Babitonga. A travessia tem pouco mais de um quilômetro, com partida do Porta do Mar. Por terra, passa de 20 km. O plano trata da implantação da via gastronômica. Já a praia artificial ao lado do trapiche não aparece na proposta. 

Ambiente

Em decisão tomada nesta semana, sobre a aplicação do Código Florestal em área urbana, a Justiça solicitou informação à Prefeitura de Joinville para avaliar se o terreno está sujeito às regras da Arie do Boa Vista.

Dia do Exército

Em solenidade na manhã desta quarta-feira (17), com participação também de autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário, foi comemorado o Dia do Exército. A cerimônia foi realizada no 62º Batalhão de Infantaria.

Contra a Arie

Pela articulação até agora, será expressiva a mobilização contra a a criação da nova área de relevante interesse ecológico (Arie) entre os morros do Atiradores e São Marcos, atingindo também áreas das zonas Oeste e Norte de Joinville. A unidade de conservação é pretendida pela Prefeitura, que somente após a criação da Arie poderá dizer o que pode ou não no espaço: será quando ficar pronto o plano de manejo.

O movimento contra a Arie até aceita uma unidade de conservação, como já noticiado na coluna, mas em extensão menor – em vez de 2,7 mil hectares, seriam 992 hectares. Esse tamanho seria suficiente para atender ao motivo principal da criação da Aries, a preservação das nascentes do rio Mathias, condicionante da licença ambiental da macrodrenagem. 

Antes que a lista cresça

Com mais de 500 projetos para analisar, a Câmara de Joinville fez reunião nesta quarta-feira (17) para discutir, entre outros temas, a apresentação prévia das propostas à assessoria jurídica, uma forma de barrar matérias com conteúdo sem legalidade. Ana Rita Hermes (Pros) defendeu mais “responsabilidade” na apresentação de novas propostas. “Não é legal perder tempo com projetos que já nascem mortos”, disse a vereadora. 

Regra da conveniência

Instituição com rede de farmácias não conseguiu liminar para anular autuação da Secretaria de Saúde de Joinville por causa da venda de produtos de conveniência no estabelecimento. O entendimento em primeira instância foi pela necessidade de separação física do espaço de venda da conveniência e previsão da atividade no alvará. Cabe recurso. 

Dia de sol

A chuva não veio e Joinville teve na quarta (17) um dia ensolarado, com esperança de que o tempo se mantenha no feriadão. Na imagem, ao fundo aparece a cascata do Piraí, recorrente inspiração para fotos.

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Saavedra

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

jefferson.saavedra@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade