nsc
nsc

Classificação

Por que Joinville e região tiveram mudança na matriz para coronavírus

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
03/01/2022 - 07h24 - Atualizada em: 03/01/2022 - 07h28
Atualização da matriz de risco para coronavírus foi divulgada no sábado
Atualização da matriz de risco para coronavírus foi divulgada no sábado (Foto: Divulgação)

A atualização nos números de novos casos e a maior ocupação proporcional dos leitos de UTI estão entre os motivos que levaram a região Nordeste a aumentar a pontuação na matriz de risco para coronavírus, conforme a avaliação da Secretaria de Saúde de Joinville. Agora, Joinville deixou o risco “moderado” e passou para “alto” (a escala tem ainda “grave” e “gravíssimo”). A secretaria reforça a defesa dos cuidados de prevenção e de busca pela vacinação.

> SC volta a ter regiões em nível alto no mapa de risco da Covid após três semanas no azul

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

O indicador de "monitoramento" apresentou a maior ampliação da pontuação em relação à matriz anterior, passando de 1 para 2,5 pontos, em escala até 4 pontos. A piora no critério ocorreu porque o número de novos casos aumentou em mais de 30% em comparação com a avaliação anterior.

Conforme a secretaria de Joinville, houve atualização de casos até então com informações represadas no sistema nacional por causa de problemas técnicos. Ou seja, boa parte dos casos eram de período anterior. A Secretaria de Estado da Saúde também apontou a mesma situação. O monitoramento inclui ainda a vacinação, sem alteração na pontuação.

A internação em UTIs por causa da Covid, outros dos indicadores da matriz, passou de 2 para 3 pontos. É que a ocupação oscilou para 41,6% - se ficasse abaixo de 40%, a pontuação entraria em outra faixa e seria menor. De qualquer forma, a secretaria de Saúde alega que toda mudança na matriz, com agravamento, motiva maior alerta em relação à pandemia.

> Como será a vacinação contra Covid em Joinville neste início de 2022

> ​Ministério diz que vacinação de crianças deve começar em janeiro

> ​Vacinas aumentam proteção de quem já teve Covid-19, diz estudo

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas