nsc
    nsc

    NA REDE MUNICIPAL

    Prefeito de Joinville aponta oferta de cloroquina para tratamento precoce como “avanço”

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    16/07/2020 - 14h32 - Atualizada em: 16/07/2020 - 14h42
    Joinville tem lote de 9,5 mil comprimidos de cloroquina enviado pelo governo federal
    Joinville tem lote de 9,5 mil comprimidos de cloroquina enviado pelo governo federal (Foto: Folhapress)

    Em avaliação sobre a oferta de cloroquina na rede municipal de Joinville, para tratamento precoce do coronavírus, o prefeito Udo Döhler considera a medida um “avanço”. O entendimento é de que há função profilática, de evitar o agravamento da doença. “Mas claro que o uso depende de avaliação, de quem pode ou não utilizar”, diz Udo. Udo lamentou que a discussão sobre o uso da cloroquina ganhou “rótulo político” no País, o que atrasou a distribuição pelas redes públicas de saúde.

    > Alerta de risco para coronavírus sobe para “gravíssimo” na região de Joinville; não há previsão de novas medidas

    > Entidades reforçam apelo por lockdown em Joinville; prefeito volta a descartar medida

    A Secretaria de Saúde de Joinville informou que o medicamento pode ser receitado a partir desta quinta-feira em Joinville, com retirada na próxima semana. A oferta da cloroquina precisa atender a protocolo da secretaria da Saúde, baseado em normas do Ministério da Saúde. A decisão de indicar cabe ao médico e o paciente precisa concordar – portanto, não existe qualquer obrigatoriedade de uso do medicamento. Além disso, há necessidade de exames nos pacientes.

    O lote disponível foi solicitado pela prefeitura de Joinville e enviado pelo governo federal. Mais lotes estão previstos, em caso de demanda. Até então, a rede pública só tinha cloroquina disponível para tratamento de pacientes hospitalizados.

    Em relação a outros medicamentos, como a ivermectina, não há previsão de oferta na rede municipal, como já ocorre em outras cidades. Mas a disponibilização pode ser estudada.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas