publicidade

Navegue por
Saavedra

Saúde

Prefeitura lança novo edital para atendimento na oncologia em Joinville

Compartilhe

Por Saavedra
15/03/2019 - 04h30 - Atualizada em: 15/03/2019 - 04h30
(Foto: Salmo Duarte / A Notícia)

A ampliação do atendimento em oncologia em Joinville prevê a contratação de R$ 13,1 milhões em serviços com a iniciativa privada. A Secretaria de Saúde de Joinville já abriu concorrência para comprar exames de tomografia e PET-Scan, entre outros, para atender pacientes do Hospital São José.

A maior parte será para a especialidade de oncologia, com parte para pessoas com AVC. A licitação está estimada em R$ 3,9 milhões. A próxima concorrência será para o tratamento de pacientes com câncer, em radioterapia e quimioterapia, com valor máximo de R$ 9,2 milhões. Os serviços de radioterapia (bomba de cobalto e acelerador linear) e de quimioterapia do São José serão mantidos, segundo a secretaria: a contratação será para atender o crescimento da demanda em oncologia em Joinville. Nas duas contratações, o pagamento será feito com base na tabela do SUS.

Em relação ao centro de diagnóstico de imagem, também a ser concedido à iniciativa privada, o projeto – que chegou a ser e enviado à Câmara e foi retirado depois – ainda está em revisão pela secretaria.

LEI DO VAZAMENTO

No início de abril, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina julga a ação da Prefeitura de Joinville contra as leis municipais que preveem pagamento da conta d’água com base em média dos últimos seis meses em caso de vazamento. Esses dispositivos legais já foram questionados pelo Tribunal de Contas do Estado por causa da perda de receita.

PERMEÁVEL

O decreto de 2017 foi alterado e agora Joinville tem nova regulamentação sobre os mecanismos de contenção de água pluviais a serem adotados em futuros empreendimentos na cidade. Tais dispositivos são previstos quando o terreno não atende a taxa permeável, a área a deixar livre de construção. Na prática, o decreto publicado ontem aponta o que deve ser feito para conter eventuais alagamentos.

DE NOVO

A Secretaria de Justiça e Cidadania voltou a suspender a concorrência da reforma e da ampliação do Presídio Regional de Joinville, com obras estimadas em mais de R$ 10 milhões. A suspensão ocorreu por “questionamentos” ao certame.

Leia também: Juiz limita número de mulheres no Presídio Regional de Joinville

PACOTE DO RECAPE

A rua Benjamin Constant está sendo recapeada em trecho de 1,6 km entre a João Colin e a Marquês de Olinda, o mais movimentado da via da Zona Norte. A Benjamin está nos lotes iniciais de recapeamento e asfaltamento a serem executados com o financiamento de R$ 61 milhões contratado pela Prefeitura de Joinville junto ao Banco do Brasil.

NOVA DIREÇÃO DO PORTO

A atualização sobre as obras do corredor de exportação, um investimento de R$ 3,8 milhões, foi uma das primeiras tarefas da nova diretoria do Porto de São Francisco do Sul, com atuação iniciada nesta semana. O novo presidente, João Batista Furtado, também teve encontro com servidores, entre outras reuniões – os novos diretores, Joel Alves (Administração) e Ricardo Elói Espíndola (Logística) participaram das agendas.

:: Confira fotos da operação do Porto de São Francisco do Sul

GERÊNCIAS NÃO MUDARAM

Os dois diretores, Alves e Espíndola, fazem parte também da diretoria da SCPar. Não houve alterações nas gerências. Nesta sexta, o porto será visitado pelo deputado federal Coronel Armando (PSL). O parlamentar participou das articulações para a escolha do presidente do terminal.

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Saavedra

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação