nsc
nsc

Novo governo

Primeiras ações, pandemia, mudança, DNA de Joinville: o que disse Adriano na posse

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
01/01/2021 - 19h15 - Atualizada em: 01/01/2021 - 19h58
Adriano Silva assumiu prefeitura de Joinville em solenidade nesta sexta na Câmara de Joinville
Adriano Silva assumiu prefeitura de Joinville em solenidade nesta sexta na Câmara de Joinville (Foto: Mauro Schlieck, CVJ, Divulgação)

O enfrentamento da pandemia foi um dos focos do discurso de posse de Adriano Silva (Novo) como prefeito de Joinville, em solenidade na tarde desta sexta-feira na Câmara de Vereadores. Com defesa de respeito às medidas de prevenção e a manutenção das atividades econômicas, o tema abriu a abordagem de Adriano sobre os temas prioritários do novo governo. “O fato é que lutaremos para salvar vidas, sejam elas nas unidades de saúde ou na defesa do cidadão pelo direito de trabalhar e alimentar sua família”, afirmou o prefeito.

> Decisão sobre passagem do ônibus em Joinville fica para Adriano

> Após 24 anos, Joinville tem início de governo sem a participação oficial do MDB

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

Adriano foi eleito em segundo turno com 55% dos votos, na primeira vitória do Novo no País em uma disputa de prefeitura. No início de sua manifestação na Câmara, o novo prefeito de Joinville fez uma série de agradecimentos a familiares, amigos, voluntários, partido e, de forma "especial” aos joinvilenses.

Na primeira semana de mandato, mais precisamente até a próxima terça-feira, o prefeito de Joinville terá de decidir se prorroga ou altera as medidas envolvendo o coronavírus (o atual decreto tem validade até o dia 5 de janeiro). “É necessário também investir em educação para conscientizar as pessoas da importância do uso de máscaras, do distanciamento social e dos protocolos de saúde preventiva. Junto com isso, manter a economia girando para evitar problemas sociais como o desemprego e a fome. Se todos souberem respeitar os protocolos, encontraremos o equilíbrio em manter a economia”, afirmou.

Duas ações abordadas com frequência na campanha e mesmo após a vitória eleitoral, foram citadas por Adriano. O mutirão de desburocratização seria para “facilitar a vida do cidadão” e “valorizar” os empreendedores. O outro mutirão seria de embelezamento, com participação comunitária. “Imaginem o que aconteceria com a nossa cidade, se num único dia, todos nós decidíssemos plantar flores em frente as nossas casas?”, comparou.

Na abertura do discurso, o prefeito de Joinville agradeceu ao prefeito Udo Döhler pela transição. Adriano também se disse solidário às pessoas que sofreram com os alagamentos em Joinville nas últimas horas, com agradecimento à atuação da Defesa Civil e servidores, bombeiros voluntários.

O que disse Adriano na posse

“Começo agradecendo à Deus pela trajetória que percorremos, agradecendo à minha família e em especial a Bianca, minha esposa, que me deu forças para juntos darmos nossa parcela de sacrifício e contribuição para a construção da sociedade que tanto sonhamos, aos meus pais que sempre foram exemplos para mim, aos colegas do partido Novo que trabalharam muito para este momento se tornar realidade, as centenas de voluntários que foram protagonistas de uma campanha linda e inspiradora e a todos os amigos que de alguma forma estiveram nesta trajetória. Foram meses de muita dedicação e com o propósito único de construir uma Joinville para o bem comum, para o bem das pessoas e com as pessoas.

Eu quero agradecer a todos que acreditaram em nosso projeto, mas quero convidar também todos aqueles que - democraticamente optaram por um outro, ou outras propostas - para que se juntem a nós porque, só assim vamos construir uma cidade melhor. Para que se juntem num propósito maior. Todos juntos construirmos uma cidade, para que as novas gerações, nossos filhos, sonhem em morar aqui.

Essa mudança que sonhamos já começou. Olhem, ao meu lado, elegemos a primeira mulher da história de Joinville a ocupar o cargo de vice prefeita, não por exigência de cotas ou força de lei, mas pelo simples fato de acreditarmos na força da mulher e de acreditarmos na importância da sua participação no processo político e de transformação da sociedade. Minha vice prefeita, jornalista, professora, mãe e avó, minha amiga Rejane Gambin.

Para quem ainda tem receio da mudança, é preciso lembrar da história desta cidade, das pessoas que começaram Joinville, que atravessaram o mundo por acreditar que a vida poderia ser melhor. Meu tataravô era imigrante e buscou aqui em nossas terras o seu futuro e de sua família, assim como tantos outros imigrantes. Pessoas que tiveram coragem e enxergaram que mudar era um caminho difícil, cheio de desafios e incertezas, um caminho de muito trabalho, mas também cheio de oportunidades. Até os dias de hoje, chegam a Joinville, novas pessoas de todo o País, do Sul, do Norte, e do mundo, cheias de esperança, sempre acreditando que a mudança traz novas chances, novos sonhos e renova a fé no futuro. E este é o DNA de Joinville.

Entre os muitos projetos que trabalharemos nos próximos quatro anos, peço licença para listar alguns, que consideramos primordiais e merecem nosso destaque. O primeiro olhar é voltado à saúde, e não poderia ser diferente em meio a uma pandemia. Precisamos com urgência ampliar a nossa estrutura da saúde para garantir o atendimento ao cidadão, conforme o número de casos e oscilação da demanda.

É necessário também investir em educação para conscientizar as pessoas da importância do uso de máscaras, do distanciamento social e dos protocolos de saúde preventiva. Junto com isso, manter a economia girando para evitar problemas sociais como o desemprego e a fome. Se todos souberem respeitar os protocolos, encontraremos o equilíbrio em manter a economia e a pandemia sob controle. O fato é que lutaremos para salvar vidas, sejam elas nas unidades de saúde ou na defesa do cidadão pelo direito de trabalhar e alimentar sua família.

Outras duas ações que vamos priorizar nos primeiros dias do governo e que vou liderar pessoalmente são: o mutirão da desburocratização, onde reuniremos Ministério Público, entidades de classe, secretarias de governo e a Câmara de Vereadores na mesma mesa para solucionar os problemas, facilitar a vida do cidadão, melhorar e valorizar o dia a dia do servidor, agilizar a abertura de empresas e de processos, gerar mais empregos e consequentemente, assegurar melhores condições de trabalho e renda ao cidadão. Está mais que na hora de empreendedores serem mais valorizados em nosso país.

Trabalharemos incansavelmente para que em Joinville, empreendedores, sejam recebidos de portas abertas e sem burocracia, para abrirem seus negócios e gerarem mais empregos. Dando assim mais oportunidades aos trabalhadores de nossa cidade.

O segundo projeto é o mutirão do embelezamento, para que possamos usufruir de uma cidade bem cuidada e florida, honrando o título de Cidade das Flores, que tanto nos orgulha. É uma ação que faremos em parceria com todas as pessoas e empresas que queiram se juntar a nós com o espírito comunitário que construiu Joinville. Imaginem o que aconteceria com a nossa cidade, se num único dia, todos nós decidíssemos plantar flores em frente as nossas casas?

Também temos muitos projetos para ampliar as opções de lazer ao joinvilense, criando oportunidades de diversão para as famílias e opções para prática de atividades físicas e esportivas. Outra iniciativa é fortalecer a atuação das entidades assistenciais, devolvendo a elas o protagonismo do voluntariado que já marcou tantas épocas em nossa Joinville. Aliado a isso, vamos criar o cooworking “O Farol”, possibilitando a interação entre agentes sociais, agentes culturais e agentes esportivos. Compartilhando ideias, unindo talentos e acima de tudo promovendo o desenvolvimento destas áreas tão importantes.

Assim, mais uma vez, de forma colaborativa, vamos construir atrativos culturais e turísticos para a cidade que tanto amamos. Para a esfera pública, entendemos que o uso de tecnologia é um ponto fundamental que deve ser ampliado. Nossos projetos incluem o uso de aplicativos facilitando a interação da população com poder público, em uma administração cada vez mais transparente, atenta as necessidades das pessoas e aberta ao diálogo.

Queremos ainda, valorizar o desenvolvimento humano por meio da educação, que deve sim, começar pela educação básica, mas ao mesmo tempo, ser estimulada na infância para se transformar em um hábito e uma prática contínua ao longo de toda a vida. Entendemos que educação e conhecimento, são valores fundamentais para transformar uma sociedade.

A implantação desses e de tantos outros projetos contemplados no nosso plano de governo será guiada pelos princípios e valores do partido Novo. Fazemos o certo pelo certo. Respeitamos o dinheiro do pagador de impostos, pois não existe dinheiro público, mas sim o dinheiro dos impostos pagos através do nosso trabalho.

Defendemos a liberdade com responsabilidade, conferindo mais autonomia ao cidadão com a premissa de que assume a responsabilidade por seus atos e decisões. Consideramos que todos são iguais perante a lei e, por essa razão, todos os nossos políticos renunciam a privilégios. Acreditamos que o indivíduo é o agente de mudança, pois, por meio do seu conhecimento é capaz de transformar sua vida e a sociedade onde vive.

Trabalhamos com visão a longo prazo o que nos estimula a tomar decisões sustentáveis e duradouras. Defendemos o livre mercado para ampliar a concorrência e beneficiar a escolha do consumidor. Por fim, posicionamos o indivíduo como único gerador de riqueza, cabendo ao estado prover condições de acesso à educação, saúde e segurança para que todos tenham condições dignas de vida e de trabalho.

Levamos esses seis princípios e valores até o eleitor durante a campanha e, estamos certos, que esse novo sistema político nos fez chegar até aqui. Os quatro anos do nosso governo serão baseados nesse jeito novo de governar. Uma administração sem privilégios e com respeito ao dinheiro público e ao cidadão. E para finalizar, além do nosso compromisso já assumido durante esse cerimonial, quero convidar a minha vice Rejane e cada um dos 19 vereadores eleitos a fazer uma política diferente e a trabalhar pelo mesmo propósito: governar para as pessoas e com as pessoas.

A cada dia lembrar da nossa responsabilidade como eleitos, tomando nossas decisões pensadas sempre no bem dos joinvilenses. Convido vocês a assumir o nosso verdadeiro papel como pessoas públicas, honrando os compromissos assumidos com o eleitor. Aqui lembro o sentido real da palavra política no dicionário. Abre aspas “política é a arte ou a ciência de governar”, fecha aspas. Reforço o convite, para juntos trabalharmos para o bem comum, para o bem todos.

É esta política que desejamos para os joinvilenses e para dar a esperança aos jovens de que sim, a política é lugar de boas pessoas, é lugar daqueles que sonham em um país melhor e desejam sair da indignação e ir para a ação. Que saibamos usar os elementos adequados e a nossa essência única, o poder de dialogar e trabalhar para o bem de todos, assim como o artista usa a sua, no processo criativo.

Mas que a soma dos nossos talentos individuais, resulte na mais impressionante obra de arte que nossa cidade já presenciou. Não para ficar exposta em uma galeria, mas para ser vista nas ruas, nos ambientes de trabalho, no olhar das pessoas, nas rodas de amigos, nas risadas em família, nos momentos de lazer e de alegria em toda a cidade. Na vontade e no sonho dos jovens de conquistarem e construírem seu futuro aqui, perto de suas famílias. E para nós pais, o orgulho de termos trabalhado e conquistado a sociedade que tanto sonhamos.

Porém vale a pena lembrar que a capacidade de mudar também está nas mãos daqueles que não ocupam nenhum cargo. Por mais que um prefeito e sua equipe e os vereadores tenham poder de gerar mudanças, nenhuma força é maior do que a fé, a esperança, a união e a vontade dos cidadãos.

Conto com cada um de vocês para construirmos uma nova Joinville, moderna e desenvolvida, uma cidade de oportunidades, feita para pessoas e com as pessoas. Construirmos uma cidade que nos enche de orgulho, construirmos a cidade dos nossos sonhos, construirmos a nossa querida e amada Joinville. Que Deus seja o nosso princípio e o nosso guia.

Um abençoado 2021 para todos.

Muito obrigado!”

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas