nsc
    nsc

    Legislativo

    Projeto apresentado na Câmara prevê multas mais rigorosas para quem cria animais livres na rua

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    22/05/2019 - 12h00 - Atualizada em: 22/05/2019 - 12h50
    Foto: Salmo Duarte

    Um panfleto distribuído no início do mês em via do Boa Vista com aviso de suspensão da entrega de correspondências por causa dos cachorros soltos nas ruas (“ocorrência massiva”), uma ameaça aos carteiros, foi incluído em projeto apresentado nesta terça-feira na Câmara com previsão de multas mais pesadas para quem cria animais livres na rua. Para a autora, a vereadora Ana Rita Hermes (Pros), a punição mais efetiva só tem sido aplicada se o animal ataca alguém.

    “Os cachorros que estão soltos nas ruas, em sua maioria, têm tutores e ficam nas proximidades de suas casas. Eles podem atacar pessoas e outros animais, por serem territorialistas. Alguns acabam se perdendo”, citou a vereadora Ana Rita – lembrando da possibilidade de acidentes, doenças etc. As situações envolvendo outros animais também estão previstas na proposta em tramitação na Câmara.

    O novo parque

    A decisão final sobre o caso ainda será tomada pela Justiça Federal de Joinville, mas há possibilidade de o parque municipal previsto para ser criado em parte do terreno de empresa perto do rio Cachoeira, conforme acordo (TAC) fechado com o Ministério Público Federal em 2014, venha a se efetivar em outro local, em nova área a ser escolhida pelo MPF – ou a ser oferecida pela empresa. 

    Com transparência

    Na nova área, se for esse o entendimento judicial, pode ser utilizada em qualquer setor de interesse público, não necessariamente um parque, segundo informa o MPF. A ação está em análise pela 2ª Vara da Justiça Federal. A produção industrial da empresa já foi transferida do local, em nova planta fabril em Araquari, permanecendo o setor administrativo.  

    Nova estação

    Um grupo de vereadores de Joinville visitou ontem a nova estação de tratamento de esgoto, em construção ao lado da atual unidade, na zona Sul. Com a inauguração da nova estrutura, a antiga estação será desativada e, com isso, acaba o mau cheiro por causa do tratamento, segundo a Águas de Joinville. 

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas