Apresentada na terça-feira e lida na abertura de sessão desta quarta-feira, proposta apresentada na Câmara de Joinville com previsão de serviço de proteção aos vereadores que vierem a ser ameaçados, teve requerimento de retirada, protocolado também nesta quarta. O projeto não deverá ser reapresentado, pelo menos a curto prazo, mas deverá ser discutido no ano que vem. Se a sugestão viesse a ser aprovada, a proteção deverá ser feita por equipes de segurança do próprio Legislativo ou por meio de contratação específica.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Assinada por nove vereadores, a proposta queria a previsão de proteção incluída no novo regimento interno da Câmara de Joinville. Na justificativa do projeto, são citadas pesquisas sobre o aumento da violência contra agentes políticos. Também foram citadas às ameaças, feitas no ano passado, aos vereadores Ana Lucia e Alisson.

A sugestão do serviço de proteção seria uma forma de “coibir a violência política através de uma maior proteção às vereadoras e vereadores desta casa”. O requerimento da retirada foi feito pela vereadora Ana Lucia Martins (PT), proponente da proposta com colegas. Ana Lucia alegou que houve uma divergência no entendimento jurídico sobre o tema. A parlamentar pretende discutir a questão no ano que vem.

A votação do novo regimento interno do Legislativo, com uma série de mudanças em análise desde o ano passado, pode ser realizada nesta quarta-feira, dia da última sessão do ano legislativo (outras sessões poderão ser realizadas neste ano em caso de convocação extraordinária).

Continua depois da publicidade

Quase pronto, prolongamento de rua em Joinville não tem data para abertura ao trânsito

Com “pressa”, obras de duplicação de R$ 238 mi no Norte iniciam nesta semana

Joinville tem proposta de instalação de estações hidroviárias

Ministério Público arquiva inquérito em Joinville sobre dengue

Ampliação da frota de ônibus com ar-condicionado em Joinville depende do futuro contrato

Maioria das comissões da Câmara de Joinville mudará presidente em 2023

Destaques do NSC Total