A rotatória da rua Ottokar Doerffel, a próxima etapa da duplicação da via, ainda não tem prazo prevista para ser construída. Neste momento, a prefeitura de Joinville está atrás dos R$ 11 milhões estimados para as obras e desapropriações. A principal estratégia é buscar repasse do governo do Estado, mas há tentativas também junto aos deputados e senadores, por meio de emendas parlamentares.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Neste momento, está em andamento a duplicação da Ottokar Doerffel nos lotes entre as ruas Coronel Santiago e Marajó, no entorno do Cemitério Público Municipal. As obras devem ser concluídas até o início do segundo semestre de 2024. Nesta semana, começam as obras da nova iluminação pública da Ottokar, com cabeamento subterrâneo. Nesse caso, o prazo é 12 meses.

O projeto da iluminação leva em conta a rotatória. No entanto, o novo modelo para o cruzamento ainda está na dependência da busca de recursos. O elevado no local, sugerido desde a época da abertura da Marquês de Olinda, nos anos 2000, foi descartado por se tratar de região com adensamento populacional. A quarta etapa, da continuação da Marquês de Olinda até a BR-101, também está em fase de busca de recursos.

Fotos: Cidade de SC ganha ciclovia de 3,2 km de acesso a balneário

Continua depois da publicidade

Por questões “estratégicas”, viaduto inacabado é prioridade em volta de contorno em SC

Florada de ipês-amarelos tem início em Joinville

Futuro contrato dos ônibus em Joinville terá prazo de até dez anos para novos abrigos

Com “inspiração”, cidade de SC terá Stammtisch inédito para reforçar turismo

Vizinha de parque, estrada litorânea em SC não tem “restrição” para pavimentação

Com pedidos, vias laterais da BR-101 terão lombadas em três locais em Joinville

Destaques do NSC Total