nsc
nsc

Recuperação

Rebanho de bovinos volta a crescer em Joinville após queda nos últimos anos

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
21/09/2019 - 07h00
(Foto: Ricardo Mega / Agência RBS)

Depois de redução ao longo dos últimos anos, o rebanho dos bovinos em Joinville teve recuperação e hoje são 16 mil cabeças, praticamente a mesma quantidade de uma década atrás. É o que informou pesquisa sobre pecuária municipal divulgada nesta sexta-feira (20) pelo IBGE. O pico foi em 1991, com 20 mil bovinos. Em Santa Catarina, o maior rebanho fica em Lages, com 88 mil cabeças. O menor é o de Balneário Camboriú, com 76.

Mais galináceos

Entre os galináceos (a maioria é formada por galinhas, mas entram outras aves, como perus), são 358 mil cabeças em Joinville, a maior quantidade desde 2003 na cidade. No Estado, a líder é Videira, com 3,8 milhões de cabeças. Na região Norte, Mafra aparece em sexto, com 3 milhões de galináceos. Balneário Camboriú, mais uma vez, tem o menor número, com 30. O melhor resultado de Joinville em ranking na pesquisa do IBGE, na esfera estadual, é nos equinos (cavalos, na maioria): é o terceiro lugar, com 2,1 mil cabeças.

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas