nsc
nsc

Em janeiro

Rejane Gambin vai assumir prefeitura de Joinville por duas semanas

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
18/11/2021 - 12h27 - Atualizada em: 18/11/2021 - 13h12
Com a viagem de Adriano, Rejane vai comandar prefeitura durante período em janeiro
Com a viagem de Adriano, Rejane vai comandar prefeitura durante período em janeiro (Foto: Divulgação)

Com a viagem particular do prefeito Adriano Silva, a vice-prefeita Rejane Gambin terá seu primeiro período de interinidade no comando da prefeitura de Joinville em janeiro. Rejane será a prefeita em exercício durante duas semanas, entre 3 e 17 de janeiro.

> Definição de obras de empréstimo de Joinville também “depende” do Estado

> ​Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Assim como Adriano, Rejane se elegeu na primeira eleição na qual participou, após ser aprovada no processo seletivo do Novo, em inscrição feita depois do convite do hoje prefeito. A jornalista é a primeira vice-prefeita da história da cidade.

No governo, Rejane tem participação nas agendas do prefeito, incluindo reuniões internas e visitas. Adriano tem destacado a atuação da vice em suas manifestações. Rejane também tem coordenado as ações de recuperação de espaços públicos, como praças e parques, entre outras tarefas.

> Joinville terá drones para a fiscalização de áreas públicas e de preservação

> Adoção de animais volta a ser tema na Câmara de Joinville​

> Travessa no Centro de Joinville terá quase R$ 1 milhão para requalificação

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas