nsc

publicidade

Saavedra

Derrubada de árvores

Sai acordo para o licenciamento ambiental do eixo industrial em Joinville

Compartilhe

Por Saavedra
20/08/2019 - 07h00
(Foto: Salmo Duarte / A Notícia)

Depois de dois meses de indefinição, o Instituto do Meio Ambiente (IMA) e a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Joinville se entenderam e caberá ao instituto estadual a análise da licença para o corte da vegetação no entorno do eixo industrial, providência necessária para o início da duplicação. Será preciso derrubar 2,5 hectares de árvores.

Por cautela, foi apresentada nesta segunda (19) petição na 6ª Vara da Justiça Federal de Joinville. Nessa unidade, tramitou a ação do MPF e MPSC contra a transferência do licenciamento ambiental do município para o Estado, afinal revogada. A análise do corte de vegetação é de atribuição municipal, mas como passou de 2 hectares e a área está dentro do bioma da Mata Atlântica, a tarefa vai ficar com o IMA. A próxima etapa envolvendo o eixo industrial será a contratação de consultoria para a supervisão. A empreiteira para as obras já foi escolhida. 

Lamento

Fernando Krelling (MDB) lamentou as críticas de Derian Campos (PSL) à Prefeitura de Joinville no episódio do impasse sobre o licenciamento da obra de duplicação do eixo industrial. “Em vez de ajudar a resolver a situação, ele busca o confronto em uma questão da qual não tem conhecimento. Além disso, ele é secretário de Estado: quando ele fala, pode dar a impressão que é essa a posição do governo Moisés”, alegou o emedebista. Derian é secretário de Assuntos Internacionais. 

A duplicação do eixo industrial, a ser feita pelo Estado, foi uma das pautas da reunião desta segunda (19) do Conselho de Entidades Empresariais, da qual Krelling participou. A análise da licença deverá ficar com IMA. 

Em outubro

O MDB de Santa Catarina definiu os dias 19 e 20 de outubro como as datas para a realização das convenções municipais. Em Joinville, a presidente Simone Schramm não vai tentar novo mandato. Há três nomes mapeados para o cargo: Afonso Fraiz, Richard Harrison e Roque Mattei. Como todos são aliados de Udo Döhler, antes da convenção será decidido quem vai concorrer e, provavelmente, ser eleito. Na eleição de Simone, Udo aceitou composição com os grupos de Luiz Henrique e de Mauro Mariani. Agora, o cenário é outro dentro do partido. 

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Saavedra

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

jefferson.saavedra@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade