Único prefeito do Novo no País, Adriano Silva se manifestou nesta terça-feira sobre a posição da direção nacional do partido referente à abertura de processo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. “Nosso foco é seguir trabalhando para que Joinville continue crescendo e se desenvolvendo. Julgamos precipitado emitir qualquer opinião relacionada ao impeachment do presidente neste momento”, alegou o prefeito de Joinville, em nota assinada em conjunto com a vice Rejane Gambin.

Continua depois da publicidade

“Cabe ao Congresso Nacional, com base na materialidade dos fatos, conduzir a apuração e tomar uma decisão. Entendemos e respeitamos a autonomia dos poderes constituídos. A quem cabe conduzir este assunto, esperamos que o faça com a responsabilidade que merece”, conclui a nota de Adriano e Rejane.

> Bolsonaro deverá ter encontro com empresários em Joinville no início de agosto

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Na última segunda-feira, a direção nacional do Novo se disse favorável à abertura do processo de impeachment do presidente. A manifestação do partido elencou uma série de alegações. Na sessão desta terça-feira da Câmara de Joinville, o vereador Alisson Julio (Novo) alegou que a manifestação sobre o pedido de impeachment partiu do diretório nacional e não da bancada de deputados federais. “Por isso o Novo é diferente, porque existe uma separação total entre os mandatários e os diretórios”, afirmou Alisson, citando que os oito deputados federais são os que têm votado mais favoravelmente aos projetos do governo Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

> Internações em Joinville por Covid têm menor número desde fevereiro; patamar ainda é alto

> Joinville chega a 200 mil vacinados; ainda falta mais da metade da população adulta

> Frota de Joinville ganha mais de 100 mil veículos em oito anos

Destaques do NSC Total