O Porto Itapoá recebeu a embarcação mais larga a atracar no terminal desde o início das operações, em 2011. A manobra do navio com 51 metros de “largura de boca”, na semana passada, será utilizada como base experimental para a homologação do parâmetro para a navegação da baía da Babitonga. Conforme o porto, se for concedida a homologação em análise, o canal externo da Babitonga, usado para o acesso aos portos de Itapoá e São Francisco do Sul, terá autorização para receber cargueiros de maior porte.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade do WhatsApp de Colunistas do NSC Total

O navio com maior largura a ter atracado no navio CMA CGM Búzios, com 336 metros de comprimento. “O sucesso da operação mostra a capacidade da nossa baía em receber grandes embarcações de forma segura e eficiente”, afirmou o diretor de Operações, Tecnologia e Meio Ambiente do Porto Itapoá, Sergni Pessoa Rosa Jr.

Confira imagens da movimentação do navio

Em outra iniciativa, o governo do Estado tem plano para aprofundar o canal externo, com ampliação do calado de 14 para 16 metros, permitindo, portanto, embarcações de maior porte. Neste momento, o porto de São Francisco do Sul está buscando uma fonte de recursos para bancar as obras, estimadas em R$ 300 milhões. Parte dos sedimentos a ser retirada com a dragagem será usada no alargamento da praia de Itapoá.

Continua depois da publicidade

Quais os planos para prédio histórico de Joinville

Qual região de Joinville ganhou mais de 10 mil eleitores desde a última eleição municipal

Como foi o plano da prefeitura de Joinville para construir supermercado, nos anos 60

Meta do Plano de Mobilidade de Joinville, “liderança” dos ônibus sobre carros está distante

Modelo inédito no País para alargar praia em SC aguarda dragagem de R$ 300 milhões em porto

Novo atraso deve deixar resultado da licitação do ônibus para final do ano

Quais os próximos trechos a serem liberados em duplicação em SC

Destaques do NSC Total