A força do apoio a Jair Bolsonaro em Joinville se confirmou na tarde deste sábado, durante a visita do candidato à reeleição, em um dos últimos atos da campanha eleitoral em primeiro turno. Além dos participantes da motocarreata, houve presença de público ao longo do trajeto pelas ruas da cidade. Como previsto, Bolsonaro percorreu o roteiro com Jorge Seif na garupa da moto – o apoio ao candidato do PL ao Senado foi o principal motivo da visita a Joinville. Jorginho Mello, candidato a governador pelo PL, também acompanhou a agenda na cidade.

Continua depois da publicidade

> Como foi a visita de Bolsonaro a Joinville para fim da campanha no 1º turno das Eleições 2022

> ​Saiba como acompanhar a eleição nos veículos da NSC

Maior colégio eleitoral de Santa Catarina, com quase 429 mil eleitores, Joinville também foi escolhida para a visita por ter registrado o maior apoio proporcional, entre os maiores municípios, a Bolsonaro em 2018. O então candidato teve 72% dos votos no primeiro turno e 83% no segundo. Em nenhuma outra cidade do País com mais de 300 mil eleitores Bolsonaro conseguiu tamanho desempenho.

Os aliados em Joinville já estavam preparando carreata mesmo antes da confirmação da vinda do presidente: a presença de Bolsonaro turbinou o evento e atraiu ainda eleitores de outras cidades. A mobilização começou ainda pela manhã deste sábado, na avenida Santos Dumont, a via de acesso ao aeroporto. Vídeos distribuídos pelas redes sociais, com o convite do próprio Bolsonaro para a participação nos eventos, contribuíram para reforçar a presença de público.

Continua depois da publicidade

As principais vias percorridas pela motociata foram Santos Dumont, Beira-rio e Marquês de Olinda, com retorno pela Santos Dumont. Uma parada foi feita na Marquês, para contato de Bolsonaro com aliados presentes na carreata, além de fotos. Na maior parte do trajeto – foi escolhido o mais longo entre as opções examinadas durante a semana – houve presença de público, com maior aglomeração em determinados pontos. O retorno foi às 18h, dentro do previsto – permanência de pouco mais de duas horas em Joinville, suficientes para demonstrar o tamanho do apoio.

Destaques do NSC Total