nsc
    nsc

    Insumos

    Fazenda de lúpulos na Serra de SC avança para beneficiar mercado cervejeiro

    Compartilhe

    Santa
    Por Santa Cerveja
    09/10/2020 - 15h04
    Lupulo
    Ingrediente básico da cerveja, lúpulo é mais comum em regiões frias (Foto: Markus Spiske / Unsplash)

    O cultivo do lúpulo - ingrediente essencial da cerveja - no Brasil ainda é pequeno, tornando o mercado muito dependente das importações. Mas um projeto em Santa Catarina pretende tornar a planta como uma opção para os agricultores da região, além de favorecer o mercado cervejeiro catarinense.

    > Típica de SC, goiaba da serra vira ingrediente de cerveja Catharina Sour

    Estabelecida no começo do ano em Lages, na Serra catarinense, a Fazenda de Lúpulo Santa Catarina chegou ao segundo momento do projeto, com um viveiro que vai ter a capacidade de produzir 60 mil mudas de lúpulo na etapa inicial. As mudas serão doadas para agricultores familiares na região, que pela temperatura fria e a alta incidência solar tem condições favoráveis para o cultivo.

    > Saiba tudo sobre o universo cervejeiro. Clique aqui e acesse o Santa Cerveja

    Além do viveiro, a fazenda tem também uma lavoura experimental com 1 hectare utilizado no plantio das variedades Chinook, Cascade, Comet e Nugget, destinado aos testes de manejo. Na próxima fase do projeto, prevista para dezembro, os responsáveis querem construir uma planta de processamento de lúpulo, resolvendo mais uma etapa da produção da matéria-prima das cervejarias.

    O lúpulo plantado na Serra catarinense já rendeu uma colheita meses atrás e que foi destinada à produção da primeira cerveja feita em escala industrial com lúpulo brasileiro. A produção ficou por conta da Lohn Bier, de Lauro Müller, e resultou no rótulo Green Belly (barriga verde), uma Hop Lager que foi vendida em uma edição limitada.

    A fazenda Santa Catarina é um projeto da Ambev, que toca o projeto com um braço de inovação. O objetivo é incentivar a produção de lúpulo para atender ao mercado nacional, deixando o setor cervejeiro menos dependente das importações.

    - Estamos dando mais um importante passo para fomentar a produção de lúpulo no Brasil, já que importamos o ingrediente, expandindo nosso apoio para além da doação das mudas e acesso ao viveiro. Os pequenos produtores, futuramente, irão receber todo suporte sobre técnicas de excelência de cultivo de lúpulo, dadas as condições de clima e solo do país - explicou a gerente da Cervejaria Ambev de Santa Catarina, Aline Trindade.

    Ingrediente básico das cervejas, o lúpulo atua como um conservante natural e é o responsável por dar amargor e aroma à bebida.

    *Por Lucas Paraizo lucas.paraizo@somosnsc.com.br

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas