nsc
    nsc

    Críticas

    Merisio diz que com Moisés SC passa por "tempestade sem alguém que saiba pilotar o avião"

    Compartilhe

    Upiara
    Por Upiara Boschi
    20/02/2021 - 16h27
    Merisio aumentou tom das críticas a Moisés nas redes sociais
    Merisio aumentou tom das críticas a Moisés nas redes sociais (Foto: Luís Debiasi, Divulgação)

    Rival do governador Carlos Moisés (PSL) no segundo turno das eleições de 2018, o ex-deputado estadual Gelson Merisio (PSDB) subiu o tom das críticas ao atual governador nas redes sociais. O ex-presidente da Assembleia Legislativa afirmou que "hospitais superlotados, falta de leitos para Covid-19, vacinação em ritmo lento" são causados por "um governo estadual inseguro e ineficiente, reflexo de seu líder".

    Upiara Boschi: Pré-candidatos a governador colocam os blocos na rua

    A crítica foi feita nas redes sociais, indicando a disposição de Merisio de fazer o contraponto político ao atual governador - que o derrotou em 2018 com 71% dos votos válidos, a bordo da onda que elegeu Jair Bolsonaro presidente, à época filiado ao PSL de Moisés. O ex-pessedista e hoje tucano também relembrou o caso dos respiradores fantasmas, tema do processo de impeachment que deve ser analisado por um tribunal misto de desembargadores e deputados estaduais.

    - Onde estão os milhões gastos nos equipamentos que nunca chegaram? É lamentável que tenhamos que passar por essa tempestade sem alguém que saiba pilotar o avião.

    Merisio deixou o PSD em 2019, por divergências internas com o ex-governador Raimundo Colombo e o ex-presidente da Alesc, Júlio Garcia. Filiado ao PSDB, mantém articulações nos bastidores para disputar mais uma vez o governo do Estado em 2022. Semana passada ele já havia criticado o governo Moisés nas redes sociais pela "lentidão na vacinação do covid-19 em Santa Catarina".

    Merisio sobe o tom no Twitter
    Merisio sobe o tom no Twitter
    (Foto: )

    Receba os textos, lives, podcasts e comentários na NSC TV de Upiara Boschi no WhatsApp clicando no aqui Para receber no Telegram, é só clicar em https://t.me/upiaransc

    Mais colunistas

      Mais colunistas