nsc
    santa

    Investigação

    14 toneladas de fertilizantes roubados são localizadas em terreno de Luiz Alves

    Conforme apuração da Polícia Civil, suspeito comprava cargas e revendia parte delas a produtores rurais

    29/06/2020 - 17h39

    Compartilhe

    Bianca
    Por Bianca Bertoli
    Fertilizantes estavam dentro de "big bags"
    Fertilizantes estavam dentro de "big bags"
    (Foto: )

    A Polícia Civil de Luiz Alves apreendeu 14 toneladas de fertilizantes de procedência ilícita em uma propriedade rural da cidade. A ação ocorreu nesta segunda-feira (29) e faz parte de uma investigação complexa da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), que busca desarticular um esquema criminoso interestadual de compra e venda de produtos roubados.

    O material estava em um terreno que pertence a um vereador da cidade. Conforme o delegado Osnei de Oliveira, o parlamentar usaria o produto na plantação dele e revenderia a outra parte. Ele, inclusive, teria feito negócios com o ex-vereador que foi interrogado em abril por suspeita de crime semelhante. À época, as equipes apreenderam 22 toneladas de açúcar roubadas no Paraná e cerca de 8 toneladas de fertilizantes.

    Oliveira explica que ainda não é possível afirmar o tamanho do esquema criminoso. As cargas são receptadas e vendidas a produtores. O delegado também não detalha a participação dos envolvidos no planejamento dos roubos. Por ora, sabe-se que as compras eram feitas há cerca de um ano e de vários fornecedores ilegais diferentes.

    ​> Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

    Além do prejuízo causado às vítimas dos roubos, a comercialização clandestina e o uso indiscriminado de fertilizantes inorgânicos, como os apreendidos nesta segunda, prejudicam a saúde e o meio ambiente, já que precisam de normas específicas para serem utilizados.

    O vereador foi ouvido pela Polícia Civil e liberado. Ele deve responder por receptação, mas as investigações continuam e novos crimes podem ser descobertos. A quantidade de envolvidos no comércio ilegal e a origem dos produtos devem ser reveladas quando o inquérito for concluído, algo que ainda não tem prazo para ocorrer.

    Quem é John Galt? Entenda o que está por trás dos outdoors

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas