nsc
nsc

Cultura

6 destinos perfeitos para ciclistas

Conheça alguns dos melhores lugares para quem ama pedalar pelo mundo

07/07/2022 - 20h32

Compartilhe

Portal
Por Portal EdiCase
Hotel Palacio de Sal na Bolívia
Opção de hospedagem na Bolívia
(Foto: )

Seja pedalando tranquilamente ao longo de um rio no campo ou descendo as encostas em alta velocidade, alguns dos lugares mais bonitos do mundo ficam ainda melhores de bicicleta. Com elas, os viajantes podem conhecer o destino no seu próprio ritmo, evitando as rotas mais turísticas e aproveitando para se movimentar – uma vantagem para os 13% de viajantes brasileiros que pretendem fazer uma viagem para se manterem ativos em 2022.

> Clique aqui e receba notícias no WhatsApp

Viagens mais sustentáveis

De um salar na Bolívia à movimentada capital do Vietnã, seja por ciclistas em busca de desafios, seja por quem busca passeios tranquilos, pedalar pelos lugares é, ainda, uma alternativa sustentável de locomoção, o que garante que a jornada gere menos impacto ambiental no lugar que o turista visita. Pensando nisso, a Booking.com selecionou 6 destinos para conhecer de bicicleta, segundo recomendações de viajantes da plataforma.

> Curaçao: conheça a ilha caribenha de sotaque holandês

1. Uyuni – Bolívia

O Salar de Uyuni, na Bolívia, é o maior do mundo e oferece uma experiência única. Resultado de lagos pré-históricos, ele é um fenômeno natural com uma área que ultrapassa 10 mil km² e que se assemelha a um espelho, refletindo a luz. Essa paisagem é muito procurada por ciclistas, já que oferece um terreno plano e vistas paradisíacas.

Para um passeio ainda mais especial em Uyuni, os visitantes podem reservar uma estadia no Hotel Palacio de Sal. Primeiro hotel de sal do mundo, essa acomodação incorpora o material em todas as suas áreas e design, desde tetos até móveis. É um ótimo ponto de partida para conhecer as salinas, com uma localização remota que oferece vistas das janelas que vão do chão ao teto. À noite, os hóspedes podem se aquecer na piscina aquecida e na banheira de hidromassagem, antes de saborear a culinária boliviana no restaurante local.

2. Valência Espanha

Mulher andando de bicicleta em Valência, Espanha
Cidade portuária da Espanha
(Foto: )

Essa cidade portuária da Espanha é relativamente pequena e possui quase 80 km de ciclovias – não é à toa que o destino seja tão amado pelos ciclistas. Além disso, Valência tem um clima agradável durante o ano todo. Por conta disso, essa cidade ensolarada é ideal para explorar de bicicleta em qualquer época do ano.

Para os viajantes que desejam conhecer a rede de ciclovias, é possível alugar uma bicicleta e receber dicas e recomendações dos roteiros mais interessantes da cidade, como rotas que passam por prédios contemporâneos, bairros antigos e longos trechos de praia.

> Conheça as experiências vivenciadas por viajantes LGBTQIA+ pelo mundo

Uma boa opção de hospedagem é o Flatsforyou Bed and Bike, localizado bem no coração da cidade, ao lado da catedral. Os apartamentos dessa acomodação, além de terem uma localização central, oferecem comodidades modernas, terraço privativo ao ar livre e obras de arte urbana hipster – além de, é claro, bicicletas para alugar.

Considerando que quase metade (49%) dos viajantes brasileiros se sentem rejuvenescidos ao aprender a navegar em um novo ambiente, pedalar por uma nova cidade durante as férias é a receita perfeita para renovar as energias e se revitalizar.

3. Hanói – Vietnã

Hanói, a capital do Vietnã, é um dos destinos mais buscados por ciclistas na Ásia. A Baía de Halong, onde pedras de calcário se projetam da água azul-turquesa entre florestas e cavernas escondidas, é um dos grandes destaques. Conhecida por sua arquitetura centenária, lagos, parques e mais de 600 templos e pagodes, Hanói possui uma rede fantástica de ciclovias que permite aos viajantes explorar a cidade entre as bicicletas e patinetes dos moradores locais.

Vale a pena dar uma paradinha no colorido Bairro Antigo e recarregar as energias com a deliciosa comida de rua vietnamita. Para quem quiser fazer um bate-volta na região, a dica é um passeio de barco e bicicleta por Hoa Lu. Nele, você poderá conhecer a cidade antiga, navegar em uma tradicional sampana ao longo dos campos de arroz e fazer um passeio de bicicleta em uma vila local. Depois de tantas pedaladas, vale se hospedar confortavelmente e por um valor acessível no Old Quarter View Hanoi Hostel, onde o hóspede também terá a oportunidade de conhecer outros viajantes.

4. Moab – Estados Unidos

Paisagem do Arches National Park, EUA
Opção para mountain bike
(Foto: )

Para quem já tem experiência em ciclismo, vale pegar sua mountain bike e capacete e conhecer o Arches National Park, nos arredores de Moab, no estado norte-americano de Utah. O local oferece diversas trilhas com rocha lisa, muito recomendadas para a prática de mountain bike.

Referência em aventura na região, Moab também oferece trilhas mais fáceis e cênicas que atravessam cânions, formações rochosas vermelhas e montanhas de topo plano. Os ciclistas também podem descobrir pegadas e fósseis de dinossauros no caminho, ou apreciar a arte rupestre dos povos nativos.

Para se hospedar, uma opção é o Aarchway Inn, que está a apenas cinco minutos de carro da entrada do Arches National Park. Essa acomodação oferece quartos espaçosos, um farto café da manhã de cortesia e churrasqueira. O local oferece transporte regular para o parque nacional e conta com piscina ao ar livre e banheira de hidromassagem. Perfeito para relaxar após um dia intenso pedalando.

> Dia Mundial dos Oceanos: conheça 7 estadias com vista para o mar

5. Riva del Garda – Itália

Localizada à margem do Lago Garda, Riva del Garda possui um belo horizonte, com vale e colinas. A cidade é o sonho de qualquer mountain-biker, com suas trilhas para diversos níveis, paisagens de tirar o fôlego e belezas naturais.

Os visitantes têm a oportunidade de percorrer a chamada ciclovia ‘flutuante’ da cidade, que fica à beira do penhasco. O caminho faz parte da trilha de 140 km que circunda todo o lago, que é também considerada uma das mais bonitas da Europa.

A hospedagem no Agritur Fiore d’Ulivo oferece aluguel de bicicletas e fica a poucas pedaladas da Praia Sabbioni. Além disso, a acomodação oferece piscina ao ar livre e um jardim cercado pela baía e limoeiros. Após um dia percorrendo a trilha que circunda o lago, os visitantes também podem relaxar o corpo na água geotérmica do Parque Termal de Garda.

6. Carretera Austral – Chile

Opção de hospedagem em meio a natureza no Chile
Destino para quem gosta de natureza
(Foto: )

Conhecida como a Rota 7 do Chile, a Carretera Austral é uma rodovia que se estende por 1.200 km, atravessando o sul do Chile e a Patagônia rural. Com lindas paisagens, a rota está localizada em uma das regiões mais remotas e ecologicamente diversas do Chile. Não é à toa que ciclistas de todo o mundo viajam para lá para viver essa aventura.

Com cachoeiras glaciais, golfinhos, cavernas de mármore e plantas tropicais, esse destino é perfeito para quem quer mergulhar na natureza da América do Sul. E não são poucas pessoas – 91% dos viajantes brasileiros relatam que belas paisagens naturais estão entre as principais motivações para a próxima viagem.

A dica de hospedagem é a Yelcho en la Patagonia, uma pousada em estilo alpino com jardim, vista para o lago e a poucos passos da praia. Essa acomodação também faz parte do programa Viagens Sustentáveis, investindo uma porcentagem de sua receita em projetos comunitários e iniciativas sustentáveis. Além disso, o local aluga bicicletas para entusiastas do ciclismo.

Por Cleo Calil

Leia também

Campos do Jordão é o destino mais procurado para férias de julho

5 países para conhecer em uma viagem de carro

10 destinos sustentáveis para conhecer pelo Brasil​​​

Colunistas