nsc
    dc

    Tragédia na França

    "A gente só vê as pessoas rezando", diz catarinense que está em Paris

    A professora universitária Michelle Wanghan está na França e relata a dor dos parisienses com o incêndio na Catedral de Notre-Dame

    15/04/2019 - 18h10 - Atualizada em: 15/04/2019 - 22h10

    Compartilhe

    Por Samuel Nunes
    Incêndio destruiu a igreja, que é um dos principais símbolos de Paris
    Incêndio destruiu a igreja, que é um dos principais símbolos de Paris
    (Foto: )

    O cheiro de fumaça nas ruas levou a professora universitária Michelle Wanghan, de Santa Catarina, a se aproximar da Catedral de Notre-Dame, em Paris, nesta segunda-feira (15). Ela está de férias na capital francesa e presenciou o começo do incêndio que destruiu um dos símbolos da Cidade-Luz.

    — O fogo começou por trás, perto do telhado. Quem estava na frente não via. Primeiro, chegaram muitos carros de polícia, depois vários Bombeiros — conta Michelle.

    A professora está em uma viagem de trabalho com marido e visitou a catedral no domingo (14). Ela participou da Missa de Domingo de Ramos e tirou fotos. Nesta segunda, a visita era na Saint Chapelle, uma igreja menor, que fica a algumas quadras de Notre-Dame.

    — Ontem (domingo), subi na torre e a gente viu que estava tudo em obras, uma das cúpulas estava sendo restaurada — lembra.

    Apesar de Paris ser uma cidade que sofreu atentados terroristas recentemente, a professora diz que não houve nenhuma correria quando o fogo começou. Segundo ela, as pessoas seguiam tranquilas, embora consternadas pela tragédia com o patrimônio histórico.

    — Não tinha nenhum sinal de desespero. No começo, era possível chegar até na frente da igreja. A polícia estava tirando aos poucos as pessoas — conta a professora.

    Michelle diz que a polícia isolou uma área de aproximadamente dois quarteirões, em volta da catedral. Moradores e turistas incrédulos se aglomeram no local, cantando, rezando e chorando.

    — A gente só vê uma sombra arriando e as pessoas nas ruas rezando. A gente sente as fuligens. Antes, quando estava mais perto, dava para sentir os respingos de água — afirma.

    Polícia isolou área no entorno da igreja, mas fiéis seguem no local rezando
    Polícia isolou área no entorno da igreja, mas fiéis seguem no local rezando
    (Foto: )

    Governo da França promete reconstruir a Notre-Dama

    O presidente da França, Emmanuel Macron, prometeu reconstruir a Catedral Notre-Dame. Segundo o governo francês, as principais obras sacras guardadas no local foram preservadas. Elas estavam em um ponto que demorou a ser atingido pelo fogo.

    Além disso, a fachada e a estrutura do entorno da igreja foram preservadas, segundo os Bombeiros franceses.

    A Notre-Dame é uma das construções mais antigas da cidade. Dedicado à Virgem Maria, o templo começou a ser erguido no ano de 1163. No cinema e na literatura, a igreja ficou imortalizada pela obra "O Corcunda de Notre-Dame", do escritor Victor Hugo. O local recebe em torno de 13 milhões de visitantes todos os anos.

    As primeiras informações da imprensa francesa dão conta de que o fogo pode ter começado justamente por causa desse trabalho de restauração.

    França
    (Foto: )

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas