nsc

publicidade

Congestionamento

Acompanhe o movimento no trânsito de SC nesta quinta-feira

A chuva não deu trégua durante todo o dia e complicou ainda mais o fluxo de veículos na véspera do feriado

14/11/2019 - 19h40 - Atualizada em: 14/11/2019 - 23h22

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
trânsito intenso
(Foto: )

Com a chuva que caiu durante a quinta-feira (14), aliado ao aumento do fluxo de veículos na véspera do feriado desta sexta (15), o trânsito em Santa Catarina enfrenta grandes congestionamentos. Nas rodovias que dão acesso ao Litoral catarinense o fluxo é bastante lento desde o início da manhã. Em Florianópolis o tráfego ficou ainda mais caótico.

Acompanhe a situação do trânsito

Florianópolis: Por volta das 15h, algumas ruas da cidade já estavam bastante congestionadas. Motoristas relataram à reportagem que chegaram a ficar durante uma hora parados na rua Lauro Linhares, na Trindade, presos ao congestionamento. O trânsito também ficou complicado na Beira-Mar Norte e na SC-401, sentido Norte da Ilha, na rodovia que dá acesso às praias de Jurerê Internacional, Canasvieiras e Ingleses.

Para dar mais fluidez ao trânsito, a Guarda Municipal iniciou com a operação Onda Azul por volta das 17h, de acordo com o sub-comandante, Ricardo Pastrana.

— Os agentes controlam os semáforos manualmente na Beira-Mar, o que ajuda a desafogar o trânsito — disse.

Pouco antes das 20h, o tráfego nas ruas da Ilha de SC fluía normalmente.

BR-101: Trânsito segue lento entre São José e Palhoça. Desde o início da tarde, um grande volume de veículos passa pela rodovia.

Fila na BR-101, sentido Sul, do km 89, em Barra Velha, ao km 139, em Balneário Camboriú. Trânsito parado em vários pontos e em outros em baixíssima velocidade.

BR- 282: Depois das 21h o trânsito na BR-282 flui sem lentidão.

BR-470: Entre Navegantes e Ilhota, trânsito parado.

trânsito, PRF
PRF faz fiscalização nas rodovias de Santa Catarina
(Foto: )

Alerta de maré alta no litoral de SC

A Defesa Civil catarinense emitiu alerta sobre possibilidade de maré alta nas áreas mais baixas do litoral. Em Florianópolis os alagamentos costumam ocorrer em algumas ruas específicas, como Rodovia Diomício de Freitas, os entornos do CentroSul, a Avenida da Saudade e as praias do Sul da Ilha, onde se formam lâminas de água salgada.

Apesar do alerta, os alagamentos não devem ocorrer na Capital catarinense. Segundo a Defesa Civil de Florianópolis, a altura da maré está prevista para chegar até 0.9m, o que não é suficiente para causar transtornos na cidade.

Segundo o diretor da Defesa Civil municipal, Luiz Eduardo Machado, para que ocorram complicações por consequência da maré, a medição precisa apontar 1.2 a 1.4m.

Confira o trânsito em tempo real

Leia também

Entenda como funcionam os serviços de ônibus por aplicativo em SC

"Uber" do ônibus começa nesta quinta-feira em Santa Catarina e preocupa empresas de transporte de passageiros

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade