nsc
    dc

    EFEITOS DA COVID-19 

    Aeroporto de Florianópolis tem queda de 94% no número de passageiros por causa do coronavírus

    Média passou de 10 mil para 600 viajantes por dia, o que afeta também o comércio no terminal. Testes da doença no terminal começam nesta quinta

    16/04/2020 - 09h58 - Atualizada em: 16/04/2020 - 10h17

    Compartilhe

    Jean
    Por Jean Laurindo
    Com voos mantidos apenas para São Paulo, áreas como embarque internacional foram desativadas momentaneamente no aeroporto
    Com voos mantidos apenas para São Paulo, áreas como embarque internacional foram desativadas momentaneamente no aeroporto
    (Foto: )

    O Aeroporto Internacional de Florianópolis passou de uma frequência de 80 voos diários para 10 por causa da pandemia do novo coronavírus. A queda é de 87,5% no fluxo de aeronaves que deixam ou chegam ao novo terminal.

    A média de passageiros, que em todo o ano passado foi de 10 mil passageiros por dia, nas últimas semanas caiu para 600 viajantes diários. Nessa comparação, a redução é de 94%.

    Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Esse fluxo, de cinco decolagens e cinco pousos por dia, foi definido na chamada malha aérea essencial, acordada por Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), aeroportos e empresas aéreas Azul, Gol e Latam. O esquema reduzido já está em vigor desde o fim de março e busca garantir que todos os Estados tenham conexões aéreas.

    Todos os voos que saem de Florianópolis têm um único destino: São Paulo, com pousos nos aeroportos de Guarulhos e Viracopos. Os voos internacionais que ocorriam na temporada, para locais como Buenos Aires, também estão suspensos.

    Nos fins de semana, o movimento é ainda menor: o aeroporto da Capital tem apenas dois pousos e duas decolagens.

    Com toda essa diminuição de voos e passageiros, a administração do aeroporto desativou áreas como o espaço de embarque e desembarque internacional, áreas de embarque remoto e alguns balcões de check-in. A intenção é reduzir custos com manutenção das áreas não utilizadas. Medidas sanitárias como alerta sonoro reforçando o distanciamento de dois metros, proteção em balcões de check-in e uso de álcool gel também estão sendo tomadas para proteger funcionários e passageiros.

    Aeroporto começa a testar passageiros nesta quinta-feira

    Em meio à pandemia do novo coronavírus, o Aeroporto de Florianópolis começa a testar passageiros para a Covid-19 na tarde desta quinta-feira (16). Será o primeiro terminal do país a efetuar esses testes. O foco será em examinar pacientes com sintomas que chegam à cidade, por meio de testes rápidos adquiridos pela Prefeitura de Florianópolis. Por dia, desembarcam cerca de 300 passageiros atualmente no terminal.

    Além do aeroporto, o município também faz testes na população em formato drive thru no Terminal de Integração da Trindade (Titri).

    A testagem no aeroporto é feita pela Vigilância Municipal de Saúde. A Floripa Airport fornece ambulatório para atendimento e materiais para armazenamento de testes e coletas.

    Desde 21 de março, quem chega ao Aeroporto de Florianópolis já passa por uma barreira sanitária com aferição de temperatura e preenchimento de questionário sobre o estado de saúde. Os que apresentam sintomas para covid-19 são atendidos, avaliados e orientados a manter isolamento.

    Queda nos voos prejudica lojas do novo terminal

    A drástica redução de pousos e decolagens afeta sobretudo os comerciantes que atuam no Aeroporto de Florianópolis. O novo terminal entrou em operação em outubro do ano passado, mas alguns estabelecimentos de alimentação ou compras só abriram as portas meses depois porque ainda estavam com obras nos espaços internos das lojas.

    Por causa do decreto do governo do Estado, os estabelecimentos do terminal estão fechados, com exceção da farmácia e do supermercado existentes no local.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas