nsc
santa

VALE DO ITAJAÍ

Blumenau tem feriado de violência contra mulher; marido espancou esposa em frente ao filho

Neste domingo de Páscoa, ao menos quatro ocorrências de violência doméstica foram registradas pela PM em um intervalo de 6 horas

05/04/2021 - 07h26 - Atualizada em: 05/04/2021 - 16h03

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Foram ao menos quatro ocorrências atendidas em um intervalo de 6 horas
Foram ao menos quatro ocorrências atendidas em um intervalo de 6 horas
(Foto: )

O domingo de Páscoa (4) foi violento para algumas moradoras de Blumenau. A Polícia Militar registrou ocorrências de mulheres agredidas e ameaçadas dentro dos próprios lares, inclusive diante de filho pequeno. Uma delas ouviu do companheiro que teria o “bucho” aberto. Outra teve a motocicleta furtada pelo ex. 

Foram quatro atendimentos em destaque em um intervalo de seis horas.

> Receba todas as notícias do Santa no seu WhatsApp. Clique aqui

Um dos primeiros chamados ocorreu por volta das 15h. Em princípio parecia mais um caso de furto, já que a moto havia sumido do imóvel que fica na Rua João Francisco da Luz, no bairro Ponta Aguda. Porém, a proprietária registrou boletim de ocorrência e comentou com os policiais que acreditava que o ladrão tinha sido o ex-namorado.

Na sequência, ela foi sozinha até a Rua 25 de Julho, no bairro Itoupava Norte, atrás do homem de 35 anos. No local, confirmou a suspeita: a moto estava com ele. Os dois começaram a brigar e ela chamou a PM.

Os agentes descobriram que o suspeito tem mais de 20 passagens policiais e uma delas rendeu um mandado de prisão, que estava ativo. A moto foi recuperada, ele preso e todos levados à delegacia para registro da nova ocorrência.

“Expor seu bucho”

Menos de três horas depois, uma guarnição seguiu para o bairro Fortaleza. Um homem de 57 anos agrediu a esposa no rosto, braços e cabeça e a ameaçou de morte dizendo que ia “expor o bucho” dela.

> Vaca é furtada e tem carne roubada em Rio dos Cedros

> Moradora de Blumenau que venceu Covid-19 após internação em UTI celebra renascimento

A mulher correu para fora de casa e aguardou a PM. O agressor, que já tinha quatro passagens, foi preso em flagrante às 18h.

No bairro ao lado, o Tribess, a PM foi chamada às 21h30min para outra ocorrência de violência doméstica. O homem de 44 anos agrediu a mulher, que estava aos prantos, em frente à residência dela.

Ela contou que o homem a jogou na cama e tentou sufocá-la. Ele ainda bateu com a cabeça da mulher no chão e só parou depois que o filho de 10 anos do casal entrou no quarto e flagrou as agressões Questionado, o morador argumentou que apenas havia se defendido. 

Ao ser preso em flagrante, disse que a PM estava "fazendo um favor" a ele ao retirá-lo de casa.

Armado

Ao mesmo tempo em que uma equipe estava no Tribess, outra atendia um caso no Salto Weissbach. Um homem de 29 anos invadiu o apartamento da mulher, que gritou por socorro.

A PM entrou no imóvel com cautela, porque havia a informação de que ele estava com uma arma. Agressivo, ele chutou e tentou dar socos nos policiais. Ele estava com um simulacro de pistola na cintura e foi preso em flagrante. A vítima seguiu com os procedimentos na delegacia e relatou que as ameaças e agressões eram constantes.

Colunistas