Mais 52 pessoas investigadas por participação no ato golpista de 8 de janeiro terão liberdade provisória, decidiu o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes entre quarta-feira (1º) e quinta-feira (2º), conforme informou o jornal O Globo.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp 

Na segunda-feira (27) e terça-feira (28), Moraes já havia liberado 173 suspeitos. Para o magistrado, nenhum desses envolvidos financiou ou foram os principais executores, então não há razão para prisão preventiva. 751 pessoas seguem presas.

Os beneficiados terão que cumprir medidas cautelares, como o uso de tornozeleiras eletrônicas e a proibição de se comunicar com outros investigados e do uso de redes sociais. Portes de armas foram suspensos, apurou o jornal O Globo.

Leia também

Quantos são os catarinenses liberados por Alexandre de Moraes em Brasília

Continua depois da publicidade

Presos em Brasília não entendem consequência dos atos de 8 de janeiro, diz advogado

Confira cronologia dos ataques golpistas em Brasília e das medidas tomadas por autoridades

Destaques do NSC Total