nsc
an

Apreensão

Alimentos sem procedência e em condições irregulares são apreendidos em operação em Garuva

Operação contou com apoio da Cidasc e Polícia Militar; 38 veículos foram abordados durante a ação

24/09/2021 - 13h12

Compartilhe

Por Sabrina Quariniri
Entre os produtos apreendidos, estavam vidros de conservas de palmeira
Entre os produtos apreendidos, estavam vidros de conservas de palmeira
(Foto: )

A Vigilância Sanitária apreendeu alimentos sem procedência e em condições irregulares durante uma fiscalização na SC-417, em Garuva. A operação aconteceu na quinta-feira (22) em parceria com Departamento Regional da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) e Polícia Militar. Foram descartados produtos de origem animal, processados e derivados do leite conservas de palmeiras. 

Barreira sanitária na SC-417 fiscalizou 38 veículos, entre carros e caminhões
Barreira sanitária na SC-417 fiscalizou 38 veículos, entre carros e caminhões
(Foto: )

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

De acordo com a Vigilância, os produtos estavam sendo comercializados sem a devida identificação de procedência e inutilizados por medida cautelar, seguindo os procedimentos determinados pelas normas sanitárias vigentes no estado.

Durante a barreira sanitária, foram verificados registro, validade, acondicionamento, temperatura referente aos congelados e refrigerados, procedência dos produtos e licença de transporte. Cerca de 38 veículos, entre caminhões, furgões e carros de carga foram abordados e vistoriados. Dentre eles, quatro apresentaram irregularidades.

No mesmo dia, o órgão municipal, em parceria com o Serviço de Inspeção Animal de Garuva, realizou fiscalizações em um supermercado da cidade, após uma denúncia anônima sobre carnes que estavam sendo vendidas em condições irregulares, apresentando odor forte e cor escura.

O fato não foi comprovado, no entanto, outras irregularidades foram constatadas no local. O proprietário do estabelecimento foi notificado e multado. Além disso, os produtos considerados impróprios para comercialização foram descartados no aterro sanitário, conforme determina a legislação.

Desinfetantes foram jogados em cima de produtos apreendidos antes do descarte dos alimentos
Desinfetantes foram jogados em cima de produtos apreendidos antes do descarte dos alimentos
(Foto: )

Leia também

Fiscais de Joinville multam homem em R$ 1,6 mil por vender cocada em terminal de ônibus

Após cinco dias de buscas, corpo de jovem desaparecido em São Francisco do Sul é encontrado

Dupla é presa em flagrante suspeita de tentar aplicar golpe do cartão clonado em Joinville

Detentos são condenados por morte de companheiro durante banho de sol no Presídio de Joinville

Homem furta caminhão e tomba durante fuga na Serra Dona Francisca, em Joinville

Colunistas